Caso do cão amarrado e arrastado por carro em SC é considerado acidente pela polícia; entenda

As cenas vêm repercutindo no Estado desde o fim de semana

Após investigação, a Polícia Civil concluiu que o caso do cachorro amarrado e arrastado por um carro em Morro da Fumaça, no Sul catarinense, tratou-se de um acidente.

Cão é amarrado e arrastado por carro em SC – Foto: PCSC/Divulgação/NDCão é amarrado e arrastado por carro em SC – Foto: PCSC/Divulgação/ND

Segundo o delegado Márcio Campos Neves, o responsável foi um idoso de 63 anos. Ele prestou depoimento à polícia na tarde dessa quarta-feira (18) e explicou a situação. O cachorro não resistiu aos ferimentos.

“Apesar da cena bárbara, o caso foi investigado e devidamente esclarecido e é uma fatalidade. O idoso foi até o sítio alimentar os animais. Viu que o cachorro estava solto e o amarrou no carro para que quando retornasse, prendesse ele no canil”, contou o delegado.

Contudo, como já estava noite, o idoso teria esquecido que o animal encontrava-se preso e partiu com o veículo. “Ele só foi reconhecer o fato, quando foi abordado por uma ambulância do Samu, e quando viu ficou desesperado e chegou a levar o cachorro ao veterinário, mas veio a falecer”, disse Neves.

O inquérito agora deve ser concluído e encaminhado ao MPSC (Ministério Público de Santa Catarina). O delegado acredita no arquivamento. “Toda essa história foi devidamente esclarecida, inclusive com os vídeos, fotos. O animal era muito bem tratado. O idoso estava muito abalado, inclusive porque na sexta-feira passada era aniversário dele”, esclareceu.

Cenas chocantes

O episódio aconteceu na última sexta-feira (13) no bairro Estação Cocal, em Morro da Fumaça, e foi registrado por uma câmera de segurança.

Cachorro não resistiu aos ferimentos – Vídeo: PCSC/Divulgação/ND

+

Polícia

Loading...