Caso Gabriella Custódio: para delegado, tiro que matou a jovem não foi acidental

Nesta terça-feira (27) ocorreu o julgamento do caso da morte de Gabriella Custódio.

Em julho de 2019, a jovem de 20 anos foi vítima de homicídio em Joinville. Gabriella Custódio da Silva levou um tiro e foi deixada no hospital Bethesda por Leonardo Natan Chaves Martins, companheiro da jovem à época. Gabriella já chegou morta na unidade.

A equipe do Cidade Alerta SC foi até o fórum e acompanhou a movimentação e os depoimentos. Confira!

+

Cidade Alerta SC