Comércio de eletrônicos em Lages é alvo de operação da Polícia Federal nesta quarta

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos em conjunto com a Receita Federal com o objetivo de combater o descaminho de produtos eletrônicos

Uma operação realizada pela Polícia Federal em conjunto com a Receita Federal cumpriu mandados de busca e apreensão em estabelecimentos comerciais de eletrônicos em Lages, na Serra catarinense, na manhã desta quarta-feira (21).

A ação visa combater a atividade de comerciantes que estariam expandindo seus negócios em plena pandemia às custas de importação clandestina e sonegação de tributos nas vendas.

Polícia FederalPolícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão em Lages nesta quarta-feira (21) – Foto: Polícia Federal/Divulgação/ND

A investigação da Polícia Federal teve início no mês de fevereiro deste ano, após denúncia de moradores de Lages a respeito da prática do crime.

Os aparelhos vendidos ilegalmente são celulares, eletrônicos em geral e até drones. Eles foram obtidos de forma ilícita e são comercializados sem o pagamento de tributos na venda.

Além disso, os comerciantes estariam ainda utilizando as redes sociais para a venda irregular destes produtos.

A Polícia Federal explicou, em nota, que as medidas judiciais cumpridas na manhã desta quarta visam apreender as mercadorias de origem estrangeira que entraram de forma ilegal no país.

Com as provas colhidas a partir das buscas, um inquérito policial será instruído. Outras evidências ainda podem ser produzidas no curso da investigação, ressaltou a polícia.

Os suspeitos podem ser indiciados pelo crime de descaminho. A pena máxima pode chegar a quatro anos de prisão.

+

Polícia

Loading...