Corpo é achado em cachoeira de 15 metros em Santa Catarina

Aeronave ajudou no resgate do corpo que estava em meio a pedras; corpo foi localizado no começo da madrugada

Um homem foi encontrado morto nesta quarta-feira (10) em uma cachoeira que fica localizada no Distrito de Santa Teresinha do Salto, no interior de Lages, na Serra de Santa Catarina. A PC (Polícia Civil) irá abrir um Inquérito Policial para investigar as circunstâncias da morte.

Local onde foi encontrado o corpo do homem – Foto: Corpo de Bombeiros/NDLocal onde foi encontrado o corpo do homem – Foto: Corpo de Bombeiros/ND

A ocorrência iniciou perto da 1h30 quando a Central de Operações da PM (Polícia Militar) recebeu uma denúncia via 190 sobre o caso, e acionou o Corpo de Bombeiros Militar para auxiliar na operação.

A testemunha disse à polícia que avistou um corpo de uma pessoa, sem vida, sobre as pedras abaixo da cachoeira localizada depois da usina do Salto do Caveiras.  A queda d’ agua tem cerca de 15 metros de altura. 

“Uma guarnição foi acionada, mas, por ser a noite, não localizou nenhum vestígio da vítima na referida cachoeira”, disse o tenente dos bombeiros, Guilherme Dall Igna de Oliveira.

Logo no início da manhã desta quarta, pouco antes das 7h30, uma segunda equipe foi ao local e localizou o corpo. Segundo os bombeiros, a vítima apresentava rigidez cadavérica e alguns ferimentos. “Estava em meio às pedras, em um lugar de difícil acesso, às margens de onde se forma um poço usado para banho”, comentou o tenente. 

Ainda conforme os bombeiros, a vítima aparentava ter aproximadamente 30 anos, mas não possuía nenhum documento que ajudasse na identificação. Uma equipe da Polícia Civil e do IGP (Instituto Geral de Perícias) estiveram no local para os levantamentos necessários para  a investigação.

Bombeiros ajudaram no resgate do corpo – Foto: Corpo de Bombeiros/NDBombeiros ajudaram no resgate do corpo – Foto: Corpo de Bombeiros/ND

Por ser um local de difícil acesso, o corpo foi removido com apoio da aeronave Águia 04, que finalizou a retirada até um terreno nas proximidades, onde o IGP já aguardava. A operação para remoção do corpo se estendeu até as 11h.

Ao ND,  o delegado da 3ª Delegacia de Polícia Civil de Lages, Raphael Quagliato Bellinati, informou no início da tarde desta quarta-feira que ainda não havia recebido todas as informações do caso, mas que iria abrir uma investigação para apurar as circunstâncias da morte.

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia