Corpo em estado de decomposição é achado em vala próximo a creche em São José

Suspeita é de que o cadáver seja de um homem envolvido com o tráfico de drogas; caso está sendo investigado pela Polícia Civil

O corpo de um homem foi encontrado por volta das 12h desta quinta-feira (28), em avançado estado de decomposição, no bairro Serraria, em São José, na Grande Florianópolis. O cadáver estava dentro de uma vala debaixo de uma ponte, na rua Flor do Campo, próximo a uma creche.

Corpo de homem de 37 anos foi achado em vala em São José – Foto: PMSC/Divulgação/NDCorpo de homem de 37 anos foi achado em vala em São José – Foto: PMSC/Divulgação/ND

O corpo foi encontrado sem documentos, mas a identificação ocorreu no fim da tarde do mesmo dia. Trata-se de um homem de 37 anos, natural de Florianópolis. O caso é tratado como homicídio. O homem estaria morto há pelo menos uma semana.

De acordo com o tenente-coronel André Rodrigo Serafin, comandante do 7° BPM (Batalhão de Polícia Militar), a corporação recebeu duas ligações informando que havia um corpo coberto por plástico e entulho em uma vala de difícil acesso.

O CBMSC (Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina) foi acionado para retirar o cadáver, que estava com marcas de agressão. A Polícia Civil e a Polícia Científica foram acionadas e estiveram no local.

Briga e tráfico de drogas

Moradores relataram à Polícia Militar que no dia 22 de abril houve uma briga generalizada na região. Um homem teria ficado gravemente ferido após ser agredido com pedradas e pauladas.

A PM chegou a ser acionada no dia da confusão, mas não localizou nenhuma vítima fatal. A polícia suspeita agora que o corpo encontrado nesta quinta seja do homem agredido na briga.

“Abandonaram o corpo na vala, em um local de difícil acesso e o esconderam debaixo de plástico e entulho. Com o vento que bateu ontem [quinta-feira], o entulho se moveu e parte do corpo apareceu”, diz o comandante da PM.

O delegado Willian Salles, da DIC (Divisão de Investigação Criminal) de São José, informou que a vítima tinha envolvimento com o tráfico de drogas e teria praticado furto em um ponto de venda de entorpecentes.

Câmeras de segurança serão analisadas pela DIC para tentar identificar a autoria do crime.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...