Criança é feita refém durante roubo em Chapecó

Autor do crime estava foragido da Justiça após não retornar de saída do Presídio Regional

Uma criança de apenas 10 anos foi feita refém por um homem de 31 anos, durante roubo a uma casa em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. A PM (Polícia Militar) foi acionada nesta manhã de quarta-feira (13) para atender a ocorrência no bairro Esplanada.

Foragido da justiça é preso pela PM após roubo no bairro Esplanada – Foto: PM Chapecó/DivulgaçãoForagido da justiça é preso pela PM após roubo no bairro Esplanada – Foto: PM Chapecó/Divulgação

O criminoso, que estava foragido após não retornar de saída de sete dias do Presídio Regional de Chapecó, utilizou uma faca para ameaçar a criança. Ele teria entrado na residência pulando a janela, quando anunciou o assalto.

A mãe da criança percebeu a situação e gritou por socorro. Por conta disso, o autor fugiu da casa levando um celular e um relógio. De acordo com o cabo Jeferson Steffens, após conversa com um vigilante que avistou o autor do crime, foi possível localizá-lo em meio a uma mata.

“Após termos conhecimento de roubo, montamos um cerco e conseguimos, em contato com um vigilante, localizar o homem que teria entrado em uma mata. Ele foi preso em flagrante e encaminhado à Central de Polícia”, detalhou o policial.

Com ajuda da equipe do Canil da PM, o homem foi localizado com a faca e os objetos roubados. De acordo com a polícia, o criminoso cumpria pena por roubo e tem um vasto histórico policial por diversos crimes.

Criminoso levou joia e relógio da casa em que praticou o roubo - Diego Antunes/Divulgação
1 2

Criminoso levou joia e relógio da casa em que praticou o roubo - Diego Antunes/Divulgação

Arma usada para ameaçar a criança de 10 anos durante roubo - Diego Antunes/Divulação
2 2

Arma usada para ameaçar a criança de 10 anos durante roubo - Diego Antunes/Divulação

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia