Crime rural: três homens são presos por furtar adubo em Corupá

Crime “inusitado” aconteceu na tarde de domingo (17) e dois suspeitos foram presos em Jaraguá do Sul

Um furto inusitado aconteceu na tarde de domingo (17) e terminou com a prisão de três homens em Corupá, no Norte de Santa Catarina. As câmeras de monitoramento do galpão de uma propriedade flagrou o momento em que dois homens furtaram e fugiram com três sacos de adubo da propriedade rural.

Suspeitos foram presos ainda durante a tarde de domingo (17) – Foto ilustrativa – Foto: Pixabay/DivulgaçãoSuspeitos foram presos ainda durante a tarde de domingo (17) – Foto ilustrativa – Foto: Pixabay/Divulgação

De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 17h e os suspeitos fugiram pela estrada com o adubo furtado e, depois de alguns instantes, retornaram sem os sacos. Após recolher as informações com o dono da propriedade, a polícia conversou com outro agricultor que contou que um homem de 25 anos havia oferecido três sacos de adubo por R$ 100, quando o valor médio é R$ 600.

No entanto, como o homem era conhecido por realizar trabalhos diários nas propriedades, é filho de um agricultor da região e afirmou que estava vendendo a um preço muito abaixo porque precisava comprar fraldas para a filha, ele acabou comprando o produto.

Ao identificar o suspeito, a polícia o encontrou e além de confessar o crime, ele denunciou outros dois homens que participaram da ação. Além disso, a PM recebeu informações que os outros dois suspeitos haviam retornado até a propriedade e furtado outros sacos de adubo.

Cerca de uma hora depois, o carro foi abordado em Jaraguá do Sul e durante a revista os policiais encontraram farelos de adubo no veículo. Os dois homens, de 32 e 34 anos, confessaram o crime e indicaram o local em que esconderam o adubo. Todos foram presos em flagrante e encaminhados à Delegacia de Polícia.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...