Depoimento de adolescente leva polícia a corpo de taxista desaparecido em Garopaba

Um homem foi preso e um adolescente foi apreendido 24 horas após o desaparecimento do taxista; carro da vítima circulava com sinal identificador alterado

Um homem foi preso em flagrante e um adolescente foi apreendido suspeitos de latrocínio (roubo seguido de morte) contra um taxista, de 51 anos, em Garopaba. O caso começou a ser investigado na manhã de sexta-feira (11), por volta das 10h, quando a polícia registrou o desaparecimento do taxista.

Segundo a Polícia Civil, com base em informações colhidas nos locais por onde os suspeitos do crime teriam passado, e em imagens de circuitos internos de segurança, foi identificado o carro do taxista. O veículo, no entanto, estava com sinal identificador alterado.

Carro foi localizado pela Polícia Civil. – Foto: Polícia Civil/DivulgaçãoCarro foi localizado pela Polícia Civil. – Foto: Polícia Civil/Divulgação

O Fiat/Siena foi encontrado transitando pela BR-101. A polícia acompanhou o carro e realizou a abordagem nas proximidades de um posto de combustíveis.

Após retirar as duas pessoas do automóvel, a polícia encontrou manchas de sangue no interior do carro. Um simulacro de arma de fogo também foi localizado embaixo do banco do carona.

Corpo foi localizado em Imbituba

De acordo com a Polícia Civil, o adolescente indicou que teriam lançado o corpo da vítima na ponte do Rio Sete Lagos. O Corpo de Bombeiros realizou mergulho no local. Porém, o adolescente mudou a versão e levou os policiais até o local em que dispensaram e abandonaram o corpo da vitima no bairro Araçatuba, em Imbituba.

O corpo da vítima foi localizado e o IGP (Instituto Geral de Perícias) constatou preliminarmente sinais de traumatismo craniano. Documentos da vitima foram encontrados destruídos às margens da BR-101, no bairro Arroio, também em Imbituba.

Os suspeitos foram autuados em flagrante. O homem foi autuado em flagrante delito pelos crimes de latrocínio, adulteração de sinal identificador de veículos, ocultação de cadáver e corrupção de menores. O adolescente foi apreendido por ato infracional análogo aos crimes de latrocínio, adulteração de sinal identificador de veículos e ocultação de cadáver.

A prisão foi feita pela Delegacia de Polícia Civil de Garopaba, junto com a Delegacia de Imbituba, a DIC (Divisão de Investigação Criminal de Laguna, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) e a PM (Polícia Militar).

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...