Desaparecimento de Tainara: “Passei o dia dos pais distribuindo panfletos com a foto dela”

A adolescente Tainara Lopes Pinheiro desapareceu no dia 2 de agosto em Araquari e ainda não há pistas sobre seu paradeiro

O Dia dos Pais passou e a esperança de Jean Carlos Lopes Pinheiro de ter a filha ao seu lado, como em todos os anos, foi se esvaindo a cada volta que o ponteiro dava no relógio no último domingo (9).

Tainara está desaparecida desde o último domingo (2) – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

Já se passaram oito dias desde que Tainara Lopes Pinheiro, de 12 anos, foi vista pela última vez no bairro Itinga, em Araquari, no Norte de Santa Catarina. A adolescente havia ido passar o fim de semana na casa da mãe e desapareceu na tarde do dia 2 de agosto.

Há uma semana o pai procura incansavelmente pela filha e, no Dia dos Pais, não foi diferente. “Ao invés de passar o dia dos pais com ela, passei distribuindo panfletos com a foto dela”, lamenta. Os cartazes com a foto de Tainara estão espalhados por toda a região, mas ainda assim, nenhuma informação concreta tranquiliza o coração de Jean, que viu a data comemorativa passar sem o abraço da filha. “Passávamos todos os dias dos pais juntos, era ela quem me dava presentes. Foi difícil, muito difícil”, fala.

Jean tem passado os dias em busca de informações. Ele conta que até recebe pistas, mas se frustra ao checar e perceber que nenhuma pista leva até a filha. “Eu estou indo verificar tudo, mas não há nada de concreto. Eu vou animado, feliz, mas chego lá e não é. Já volto desanimado, angustiado”, diz.

Assim como o pai, a polícia ainda não tem pistas concretas do paradeiro de Tainara. De acordo com o delegado Thiago Escudeiro, a polícia está colhendo informações, já ouviu diversas pessoas e testemunhas que possam auxiliar para tentar traçar o caminho que a adolescente possa ter feito naquele dia, mas até o momento, não há nada concreto.

+

Polícia