Detento tem coração arrancado e pênis decepado por colegas de cela no PR

Vítima havia sido condenada por estupro contra a enteada de apenas cinco anos; três homens são suspeitos de cometer o crime

Um detento foi encontrado morto dentro da cela sem o coração e com o pênis mutilado na cidade de Cruzeiro do Oeste, no Paraná, nesta quarta-feira (18). O corpo do homem, de 30 anos, foi localizado por agentes da penitenciária da cidade. Ele havia sido condenado por estupro contra a enteada de apenas cinco anos em Goioerê.

Preso foi morto e teve o coração arrancado por colegas de cela – Foto: Depen/DivulgaçãoPreso foi morto e teve o coração arrancado por colegas de cela – Foto: Depen/Divulgação

Segundo informações do portal TNonline, a Polícia Civil do município apurou que o crime foi praticado por três colegas de cela. Um deles é apontado como responsável por ter executado a vítima e os outros dois por segurá-lo.

O preso foi golpeado no pescoço por uma escova de dentes, o que causou sangramentos. O suspeito então, percebendo que poderia ter matado a vítima, o deitou em uma cama.

Depois, ainda de acordo com a polícia, começou a fazer incisões usando uma lâmina de barbear. O objetivo foi retirar o coração (colocado em um recipiente plástico) e o pênis (colocado na boca da vítima).

Ainda conforme a polícia, o corpo foi deixado no local e os companheiros de cela limparam a cela, para dificultar coleta de informações que pudessem levar à identificação do autor. Assim que o crime foi descoberto, a Polícia Civil e Científica foram para o local e iniciaram os interrogatórios, que indicaram como o assassinato ocorreu e a autoria.

A Polícia Civil representará pela expedição de mandado de prisão preventiva em face dos autores do homicídio. O Depen (Departamento Penitenciário do Paraná) informou ao site OBemdito que um procedimento será instaurado. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal, de Umuarama.

+

Polícia

Loading...