DJ Ivis vira réu em processo após agredir a ex-mulher

O cantor foi preso após agredir a mulher, com tapas e chutes, na frente da filha e de alguns funcionários

Após ser acusado de agredir a ex-mulher, DJ Ivis foi considerado réu no processo de violência doméstica. As informações coletadas pelo Portal R7 mostram que o cantor foi indiciado pela Polícia Civil em julho e a denúncia foi oferecida pelo MP (Ministério Público) do Ceará e aceita pela Justiça.

DJ Ivis pede perdão por agressão à ex-mulher Pamella Holanda - Reprodução/ Instagram
1 2
DJ Ivis pede perdão por agressão à ex-mulher Pamella Holanda - Reprodução/ Instagram
DJ Ivis aparece irreconhecível em foto tirada da prisão - Metrópoles/Divulgação/Nd
2 2
DJ Ivis aparece irreconhecível em foto tirada da prisão - Metrópoles/Divulgação/Nd

“O referido processo está em tramitação na Vara Única Criminal do Eusébio. A denúncia, ofertada pelo Ministério Público, já foi recebida pela Justiça estadual, que determinou a citação do acusado”, diz a nota do tribunal.

Relembre o caso

Ivis foi preso no dia 14 de julho após Pamella Holanda expor as agressões do cantor, que naquele tempo era seu marido. Nas gravações, o cantor aparece batendo na mulher enquanto a filha de 9 meses e alguns funcionários estavam por perto.

Chutes, tapas e até mesmo camisetas foram usadas pelo cantor durante as agressões. Ele está recluso no Presídio Irmã Imelda Lima Ponte, em Aquiraz, no Ceará. O processo tramita em segredo de justiça, mas sabe-se que foram negados pelo menos quatro pedidos de habeas corpus.

Com as denúncias feitas sobre as agressões, Pamella usou a internet para falar sobre seu relacionamento com o cantor e afirmou: “Eu tinha tudo, mas não era feliz”. Ela também disse que vai usar suas redes sociais para falar sobre a violência doméstica e ajudar outras vítimas.

+

Polícia

Loading...