Dupla é presa suspeita de envolvimento na execução de ex-secretário de Major Vieira

Sérgio Roberto Lezan foi assassinado a tiros nesta terça-feira (14); a polícia já identificou a moto usada no crime

Dois homens foram presos suspeitos de envolvimento no assassinato do subtenente da reserva da Polícia Militar, Sérgio Roberto Lezan, ocorrido nesta terça-feira (14), em Major Vieira, no Planalto Norte catarinense. Lezan também era ex-secretário de Obras e ex-diretor de Esporte no município. A informação da prisão foi repassada pelo delegado da Polícia Civil, Eduardo Borges, responsável pelas investigações. Segundo ele, os investigadores também conseguiram identificar a motocicleta utilizada no crime.

Lezan tinha 56 anos e era suplente na Câmara de Vereadores – Foto: Internet/Reprodução/NDLezan tinha 56 anos e era suplente na Câmara de Vereadores – Foto: Internet/Reprodução/ND

“Já avançamos bastante, nós conseguimos identificar o veículo, onde ele foi comprado – inclusive ele foi comprado no município vizinho, no sábado (11). Já temos a identificação deste veículo e do comprador”, acrescentou.

Apesar das duas prisões, o delegado destacou que a autoria da execução ainda não foi confirmada. Borges também informou que os suspeitos estavam observando a vítima há alguns dias.

O inquérito que investiga o crime está com a DIC (Divisão de Investigação Criminal) de Canoinhas.

Assassinato à luz do dia

O assassinato foi registrado, por volta das 12h, desta terça-feira (14), perto de um ginásio na área central de Major Vieira. O delegado destacou  que dois homens chegaram ao local em uma motocicleta e abordaram Lezan. Foram efetuados diversos disparos contra a vítima, que morreu ainda no local. Os criminosos fugiram.

Lezan tinha 56 anos e, além de ter sido secretário no município, foi eleito suplente na Câmara de Vereadores de Major Vieira no último pleito pelo partido Republicanos.

Major Vieira decreta luto

O prefeito de Major Vieira, Dilson Lisczkovski, decretou luto de três dias no município, em decorrência da morte de Lezan, que era servidor público municipal.

Conforme o documento, está suspenso o expediente em todas as repartições públicas municipais, na quarta-feira (15). “Os serviços essenciais funcionarão em regime de plantão em conformidade com as escalas estabelecidas por suas respectivas unidades administrativas”, diz o decreto.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...