Donos de farmácia e academias são indiciados na Operação Tarja Preta no Norte de SC

Operação investigava a venda de medicamentos controlados e anabolizantes sem receita ou com receitas falsas

Após cinco meses de investigação, a Polícia Civil concluiu o inquérito da Operação Tarja Preta, que investigava a venda de medicamentos controlados e anabolizantes sem receita ou, ainda, com receitas falsas.

A operação, que foi desencadeada em duas fases, identificou oito pessoas que participavam do esquema, entre elas proprietários de farmácia, dono de academias, educador físico, farmacêutico e nutricionista. Todos atuavam na região de Joinville e Araquari.

Das oito pessoas identificadas, seis foram detidas e duas estão foragidas. Na operação, ainda foram apreendidos celulares, uma arma de fogo, drogas, anabolizantes, medicamentos controlados e cerca de 290 receitas médicas falsas.

Agora, os autos seguem para o Poder Judiciário, onde o Ministério Público decidirá se oferece denúncia contra os indiciados.

+

Polícia