Duas tentativas de golpe do seguro são descobertas pela polícia no Sul de SC

As tentativas foram registradas em Timbé do Sul e em Sangão no Sul de SC

Duas tentativas de golpe do seguro foram frustradas pela polícia no Sul de Santa Catarina. Nos dois casos os suspeitos atearam fogo no próprio carro e inventaram histórias em busca de receber o dinheiro da indenização prevista no seguro.

O primeiro dos casos foi registrado no dia 7 de agosto, quando o carro de um homem de 56 anos foi encontrado incendiado em Timbé do Sul. Ele relatou que o carro havia sido furtado.

Porém, após a investigação da Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Timbé do Sul, se descobriu que o próprio homem havia ateado fogo no veículo. Ele queria receber a indenização do seguro do veículo no valor de R$ 21 mil.

Homem de 56 anos ateou fogo em carro e inventou furto em busca da indenização do seguro em Timbé do Sul, no Sul de SC – Foto: Divulgação/Polícia Civil/NDHomem de 56 anos ateou fogo em carro e inventou furto em busca da indenização do seguro em Timbé do Sul, no Sul de SC – Foto: Divulgação/Polícia Civil/ND

Os policiais começaram a desconfiar da versão apresentada pelo homem quando leram o registro de ocorrência do furto realizada pelo suspeito. Ele teria informado que o furto teria ocorrido no dia 8 de agosto, um dia após o veículo já ter sido encontrado em Timbé do Sul. As investigações foram coordenadas pelo Delegado Lucas Fernandes da Rosa.

O crime foi descoberto antes da seguradora com sede em Forquilhinha, no Sul de SC, realizar o pagamento da indenização. O homem irá responder por estelionato e pode pegar de um a cinco anos de prisão.

PM descobre ‘Golpe do Seguro’ em Sangão

Já nesta segunda-feira (31) outro homem foi preso pela Polícia Militar (PM) em Sangão. Ele ateou fogo no carro e acionou a PM. O homem contou aos policiais que o carro Gol dele havia sido roubado na marginal da BR-101.

Ele relatou que teria parado para atender uma ligação, momento em que teria sido abordado e assaltado. Tendo os suspostos bandidos levado o carro e a carteira dele com R$600 reais. Eles teriam fugido em direção a Criciúma.

O carro foi encontrado por outra guarnição já em chamas. Desconfiados da versão do homem, os policias notaram uma estopa dentro do veículo em cima do banco. Ali teria iniciado o incêndio.

Com a desconfiança os policias iniciaram uma série de questionamentos ao homem que confessou que ele mesmo colocou fogo no veículo. Ele relatou que buscava receber a indenização do seguro do carro. Já que teria brigado com a esposa e ela queria ficar com o veículo.

Diante do ocorrido, os policiais lavraram um Termo Circunstanciado contra o homem que ficou sem carro e sem o seguro.

+

Polícia

Loading...