Durante megaoperação em Itajaí, motorista bêbada bate em viaturas da polícia

Operação da Polícia Civil mobilizou 140 policiais com o objetivo de desarticular uma facção criminosa que atua em Santa Catarina

Antes mesmo de começar, a megaoperação Dominó da Polícia Civil, deflagrada na manhã desta sexta-feira (24) para desarticular uma facção que atua em Santa Catarina sofreu um imprevisto, no mínimo, curioso.

Enquanto as primeiras orientações eram repassadas aos 140 policiais envolvidos na operação, uma motorista embriagada colidiu contra duas das viaturas estacionadas em frente à delegacia regional, em Itajaí.

Durante megaoperação, viaturas da polícia são atingidas por motorista bêbada em Itajaí – Foto: Polícia Civil/DivulgaçãoDurante megaoperação, viaturas da polícia são atingidas por motorista bêbada em Itajaí – Foto: Polícia Civil/Divulgação

Assim, o início da operação teve que esperar para que a motorista fosse presa em flagrante por dirigir embriagada e a ocorrência fosse registrada. Esse, no entanto, não foi o único contratempo: mais tarde, na avenida Irineu Bornhausen, outra viatura foi atingida na lateral por outro carro. Ninguém ficou ferido.

Operação Dominó

A operação cumpriu 19 dos 22 mandados de prisão durante a operação. Três deles, inclusive, foram em flagrante. Um mandado foi cumprido em São Paulo, segundo o delegado Márcio Colatto.

A operação mirou uma facção criminosa que atua no Estado. Além dos mandados de prisão, 33 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Itajaí, Penha e Itapema. Foram, pelo menos, 30 agentes da Deic (Diretoria Estadual de Investigações Criminais) envolvidos nos trabalhos.

A operação contou ainda com o apoio dos NOC’s (Núcleos de Operações com Cães) e do helicóptero da SAER (Serviço Aeropolicial).

Entre os crimes dos quais o grupo é acusado está o de tráfico de drogas, homicídio, roubos, porte ilegal de armas e formação de quadrilha.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...