Empresas que vendem gás de cozinha são autuadas sem alvará em Palhoça

Ao total, 90% dos estabelecimentos comerciais fiscalizados esta semana apresentavam irregularidades

Esta semana, 30 estabelecimentos comerciais que vendem GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), ou gás de cozinha, em Palhoça, foram fiscalizados em uma ação conjunta que envolveu a Polícia Civil, o Procon estadual e o Imetro (Instituto de Metrologia de Santa Catarina).

Polícia Civil fiscaliza empresas que comercializam GLP e constata falta de alvarás em Palhoça – Foto: Policia Civil/Divulgação/ND

A operação aconteceu nesta terça-feira (15) e quarta-feira (16), com o objetivo de averiguar os alvarás, assim como a validade, qualidade dos botijões e peso ou quantidade do produto. Ao total, 90% das empresas não possuíam o alvará da Polícia Civil. Os estabelecimentos foram notificados para a regularização.

De acordo com a Delegada Regional de Palhoça, Michele Alves Correa Rebelo, as fiscalizações vão continuar para reprimir a prática de venda clandestina nos estabelecimentos que não possuem autorização para a comercialização do gás de cozinha.

+

Polícia