Encontro por aplicativo termina com mulher espancada e queimada em Santo Amaro da Imperatriz

Caso envolveu dois homens e uma jovem de 21 anos no último sábado (22)

Uma jovem, de 21 anos, foi espancada e queimada por dois homens após encontro por aplicativo em Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis, neste sábado (22).

Mulher foi espancada e queimada próximo à Fazenda São Sebastião, em Santo Amaro da Imperatriz – Foto: Google Maps/Reprodução/NDMulher foi espancada e queimada próximo à Fazenda São Sebastião, em Santo Amaro da Imperatriz – Foto: Google Maps/Reprodução/ND

O crime ocorreu por volta das 12h40, na Estrada Geral Pagará Grande, bairro Colônia Santa Luzia, segundo a Polícia Militar. A vítima foi hospitalizada com cerca de 30% do corpo queimado.

Ainda conforme a PM, ela disse que conheceu os homens em um aplicativo de namoro e que passou a noite com os suspeitos. Na manhã seguinte eles prometeram levá-la a Garopaba, mas no meio do caminho a espancaram e atearam fogo ao seu corpo, próximo à Fazenda São Sebastião.

Procurada na manhã desta segunda-feira (24), a Polícia Civil informou que já iniciou as investigações. A vítima foi transferida ao hospital de Porto Alegre, onde mora. A mulher veio a Santa Catarina para visitar o pai.

A Polícia Civil afirma que permanece em diligências para esclarecer os fatos, mas a violência sexual foi descartada. A vítima deverá ser ouvida por videoconferência, conforme a delegada regional de Palhoça, Patrícia Fronza Vieira, a chefe da região que abrange Santo Amaro da Imperatriz.

Terror por aplicativo

Uma mulher de 25 anos sofreu momentos de terror após marcar um encontro pela internet na madrugada da última terça-feira (18) em Chapecó, no Oeste.

A PM foi acionada por volta das 2h para atender a ocorrência na rua Ari Primo Tessari, no bairro Quedas do Palmital.

A vítima informou que havia marcado um encontro com um homem de 26 anos. O suspeito, porém, teria chegado a sua casa na companhia de outro homem. Os três teriam usado cocaína. Logo em seguida, o homem teria tentado obrigá-la a ter relações sexuais com seu amigo.

Após desentendimento entre os três, ele teria sacado um revólver e apontado para a cabeça da vítima e de seu filho de 9 meses. A mulher relatou ter ficado com medo, momento em que correu para dentro de um carro com seu filho no colo. Ficaram na casa suas duas filhas, de oito e três anos.

O suspeito foi encontrado pela polícia em um quarto com o revólver na mão. Ele e a vítima foram levados à delegacia. As três crianças ficaram na casa aos cuidados do avô. O Conselho Tutelar foi acionado.

Violência doméstica

O fim de semana foi marcado por terro físico e psicológico contra mulheres no Vale do Itajaí. Entre sábado (22) e a madrugada desta segunda (24) a Polícia Militar registrou nove ocorrências de violência doméstica, além de um estupro.

Os casos foram registrados em quatro cidades da região: BlumenauBrusqueRodeio e Rio dos Cedros. Das dez ocorrências registradas, oito foram por lesão corporal, uma por descumprimento de medida protetiva e uma por estupro.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...