Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Ex-governador Pinho Moreira fala da Operação Hemorragia em seu apartamento

O líder político do MDB informou que não está sendo investigado, nem investigado

O ex-governador Eduardo Pinho Moreira esclareceu porque seu telefone celular, de uso estritamente pessoal, não era atendido durante toda a manhã desta quarta-feira (19) e caia sempre na caixa postal.

O equipamento foi apreendido pelo Polícia Federal, em seu apartamento, na execução da operação Hemorragia, deflagrada hoje pela Policia Federal e Receita Federal em Florianópolis, Biguaçu, Joinville e Xanxerê.

Ex-governador Pinho Moreira fala da Operação Hemorragia em seu apartamento – Foto Divulgação/NDEx-governador Pinho Moreira fala da Operação Hemorragia em seu apartamento – Foto Divulgação/ND

Moreira informou que o delegado que executou a ação de busca e apreensão era de outro Estado, não chegou com pirotecnia e de forma educado cumpriu sua missão. Recolheu documentos pessoais, recibos e o celular.

O ex-governador declarou “tranquilo, mas indignado” com o episódio policial. Disse que tem mais de 40 anos de vida pública, que exerceu o cargo de vice governador por 10 anos e de governador de Santa Catarina por dois anos.

E enfatizou que o delegado federal explicou que ele não estava sendo nem investigado, nem indiciado. Está atuando na defesa de Moreira o advogado Nilton Macedo Machado.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.