Desesperada, família pede celeridade nas buscas após 6 dias do sumiço de pescador de Penha

Capitania dos Portos afirma que a empresa segue a procura de Wanderlei, que teria caído da embarcação no último dia 18 de agosto no Paraná

A família de Wanderlei Antônio Nascimento está procurando o pescador que desapareceu em alto mar no último dia 18 de agosto, por volta das 3h da madrugada em Paranaguá no Paraná.

De acordo com informações da família, que mora em Penha no Litoral Norte de Santa Catarina, e da capitania dos portos de Itajaí, ele estava em cima do trangone quando caiu no mar.

Família busca por Wanderlei, que desapareceu em alto mar no Paraná – Foto: Reprodução/NDFamília busca por Wanderlei, que desapareceu em alto mar no Paraná – Foto: Reprodução/ND

O mestre do barco disse que jogou a boia e viu Wanderlei nadando até o equipamento. Os tripulantes pediram para Wanderlei esperar que logo eles retornariam.

Quando a embarcação retornou, o pescador não foi mais encontrado. De acordo com a empresa, os tripulantes seguem em busca do pescador. Segundo informações do boletim de ocorrência, além de Wanderlei, mais dois tripulantes estavam no barco.

O pescador saiu para trabalhar no último dia 15 de agosto, a mulher dele registrou boletim de ocorrência e aguarda por notícias do pescador. Wanderlei tem dois filhos pequenos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...