Família encontrada carbonizada em casa em SC foi vítima de chacina

Neocir Rodrigheri e Raquel Alves, casal achado morto com duas crianças em um incêndio em São Domingos, apresentavam cortes no pescoço

As investigações do incêndio que matou uma família inteira em São Domingos, no Oeste de Santa Catarina, no último sábado (8), indicam que houve uma chacina.

Segundo laudos do IML (Instituto Médico Legal) divulgados nesta sexta-feira (14), Neocir Rodrigheri, de 34 anos, e Raquel Alves, de 31 anos, apresentavam cortes do pescoço, indicando que as mortes não foram causadas pelo fogo. Também morreram os filhos do casal, Maria e João Rodigheri, de 10 e 11 anos, respectivamente.

Pai, mãe e dois filhos morreram no incêndio. – Foto: Arquivo Pessoal/ReproduçãoPai, mãe e dois filhos morreram no incêndio. – Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

As análises revelam que o casal morreu por causa de uma hemorragia aguda, e que as lesões ocorreram enquanto os dois estavam vivos. Neocir foi identificado através da impressão digital e Raquel pela arcada dentária. A polícia não divulgou a causa da morte das crianças.

Fogo pode ser sido provocado para dificultar identificação de autoria do crimeFogo pode ser sido provocado para dificultar identificação de autoria do crime – Foto: Corpo de Bombeiros Militar/Arquivo/ND

Agora, a Polícia Civil trabalha com a possibilidade de quádruplo homicídio, “onde foram ceifadas, por ferimentos com arma branca, as vidas de toda uma família, e, em seguida, ateando-se fogo à residência”, informou a corporação.

De acordo com os agentes, o fogo teria sido propagado para eliminar indícios que pudessem revelar a autoria do crime.

Prisão de suspeito

A partir das informações levantadas na investigação, a Polícia Civil prendeu temporariamente um suspeito de envolvimento no homicídio. Por se tratar de crime hediondo, a prisão temporária foi decretada pelo prazo de 30 dias, podendo ser prorrogada.

Polícia trabalha com a possibilidade de incêndio criminosoPolícia trabalha com a possibilidade de incêndio criminoso – Foto: Reprodução/NDTV

“A prisão do suspeito é medida imprescindível para as investigações policiais, no sentido de esclarecer os fatos, bem como garantir a escorreita colheita de provas no curso da investigação”, informou a polícia.

A DIC (Divisão de Investigação Criminal de Fronteira) de São Lourenço do Oeste segue investigando o caso.

Relembre o caso

O incêndio, que destruiu a casa e matou as quatro pessoas da mesma família ocorreu no último sábado, no bairro Esperança, na cidade de São Domingos, região Oeste de Santa Catarina.

Naquele dia, as chamas iniciaram por volta das 6h30, na rua Humberto Valdir Lodi, esquina com a rua São Domingos.

Além do casal, duas crianças, uma menina de 10 e uma menino de 11 anos, também foram encontrados mortos.

Casa foi totalmente consumida pelo fogoCasa foi totalmente consumida pelo fogo – Foto: Corpo de Bombeiros Militar/Arquivo/ND

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia