Familiares de detentos protestam em frente ao Presídio Regional em Blumenau

Nesta quinta-feira (10), familiares de detentos promoveram um protesto em frente ao Presídio Regional de Blumenau. Eles reivindicam visitas, mesmo que no parlatório, a possibilidade de chamadas de vídeo e da entrega de materiais de higiene, alimentos e roupas aos detentos.

A repórter Gabriela Milanezi conversou com os manifestantes em frente a unidade prisional. Eles afirmaram que pretendem permanecer no local até que haja uma resposta da direção do presídio ou do Departamento de Administração Prisional e reclamam que não há dialogo com os parentes dos internos.

Medidas de segurança

Em uma nota de três páginas encaminhada pela Secretaria de Comunicação do Estado e denominada de “Carta Aberta à Sociedade Catarinense”, a Secretaria de Estado de Administração Prisional e Socioeducativa destaca que todas as ações tomadas no período da pandemia de coronavírus “atendem a critérios eminentemente técnicos e construídos através do intenso e constante diálogo com as autoridades sanitárias, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES)”.

O Estado ressalta que diante do momento de exceção que se vive “exigiu que algumas rotinas fossem suspensas, alteradas ou readaptadas, não diferentemente do que vimos acontecer em todas as áreas do serviço público como a Saúde, a Educação, a Segurança e as demais atividades que
movem o Estado” e detalha as ações que foram realizadas nas unidades prisionais para combater a expansão do vírus e manter alguma maneira de contato entre os detentos e as famílias.

O documento, porém, não apresenta uma resposta específica às reivindicações dos familiares dos internos do Presídio Regional de Blumenau.

+

Cidade Alerta SC