Familiares denunciam descaso com internos no presídio de Itajaí

Famílias dos apenados se manifestaram nesta terça-feira (16) pedindo melhores condições para os internos

Familiares de internos do Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, o presídio da Canhanduba, em Itajaí, reivindicam melhores condições para os apenados. Durante a tarde desta terça-feira (16), famílias fizeram uma manifestação em frente ao complexo.

Familiares pedem melhores condições para os internos do presídio de Itajaí – Foto: Arquivo/NDFamiliares pedem melhores condições para os internos do presídio de Itajaí – Foto: Arquivo/ND

Denúncias de familiares, que preferem não se identificar por medo de represálias, apontam condições insuficientes de higiene, como sabonetes tendo que ser divididos entre vários internos e alimentação “precária”.

A reivindicação é que os familiares possam voltar a enviar alimentos e itens de higiene pessoal, o que foi restrito devido à pandemia.

Visitas virtuais

As famílias têm direito a videochamadas com os apenados, que podem ter duração de 15 minutos. No entanto, segundo os familiares, isso não está sendo cumprido, e as cartas enviadas acabam não chegando aos internos.

As videochamadas com as famílias são monitoradas pelos agentes. As denúncias são feitas pelos detentos para os advogados, durante os atendimentos, que repassam as informações aos familiares.

Familiares denunciam descaso com internos do presídio de Itajaí – Foto: Arquivo pessoal/NDFamiliares denunciam descaso com internos do presídio de Itajaí – Foto: Arquivo pessoal/ND

Estado fornece itens de higiene

O complexo abriga três mil detentos, divididos entre o presídio feminino, masculino, a penitenciária e o semiaberto. Com a restrição do acesso dos parentes, o governo do Estado assumiu o repasse de produtos de higiene e roupas. No entanto, os denunciantes afirmam que não é o suficiente.

Uma empresa terceirizada faz a gestão do complexo. Em nota, a SAP (Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa) informou que “a evolução da pandemia no estado, neste momento, não nos permite uma flexibilização nas regras que definem o conceito de muralha sanitária em torno das unidades”.

Até segunda-feira (15), a SAP contabilizava 32 casos ativos de Covid-19, sendo 22 servidores e 10 internos. A secretaria também informou que disponibiliza para todos os internos itens de higiene (papel higiênico, sabonete e barbeador, toda semana; creme dental e sabão em barra, a cada 15 dias; e escova de dente, a cada dois meses.

Além disso, eles recebem um kit com materiais para limpeza das celas, composto por meio litro de desinfetante e meio litro de detergente, uma vez por semana, e esponja e pano a cada 15 dias.

Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí – Foto: Deap/Divulgação/NDComplexo Penitenciário do Vale do Itajaí – Foto: Deap/Divulgação/ND

A SAP também informou que desde que as visitas foram restritas, já foram realizadas 107.502 mil visitas virtuais (por videochamada) e 109.240 e-mails trocados entre internos e familiares. Além disso, foram realizados 78.040 atendimentos com advogados, sendo 63.711 em 2020 e 14.329 em 2021. 

Acesse e receba notícias de Itajaí e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia