Florianópolis lidera pedidos de medidas protetivas contra violência doméstica em SC

Os pedidos de medidas protetivas urgentes são recebidos desde 2021, quando o recurso foi colocado à disposição da população catarinense, que totaliza 250 homologações no Estado

Um balanço da Delegacia Virtual da Polícia Civil de Santa Catarina mostra que 250 pedidos urgentes de medidas protetivas por violência doméstica foram homologadas desde que o recurso online foi disponibilizado. Os dados coletados são de 28 de abril até a última segunda-feira (20), e Florianópolis está no topo da lista.

Capital de SC lidera lista de homologação de pedidos de medidas protetivas por violência doméstica – Foto: Marcos Santos/USP Imagens/Divulgação/NDCapital de SC lidera lista de homologação de pedidos de medidas protetivas por violência doméstica – Foto: Marcos Santos/USP Imagens/Divulgação/ND

É possível fazer a solicitação de uma medida de urgência por meio do item “violência doméstica” no site da delegacia virtual. Desde 2021, 12 municípios catarinenses já recorreram à ferramenta.

Os 250 pedidos realizados representam uma média de 4,6 medidas homologadas por dia. Somente nos últimos 7 dias, foram feitas 27 homologações.

Conforme os dados da Delegacia Virtual da Polícia Civil do Estado, Florianópolis foi a cidade com mais pedidos em Santa Catarina: total de 29 homologações.

Os pedidos homologados, segundo a Polícia Civil, foram encaminhados para as unidades policiais para diligências complementares e, na sequência, ao Poder Judiciário.

“A nova ferramenta faz parte de uma remodelação da Delegacia Virtual e se configura como mais um importante serviço prestado às mulheres vítimas de violência doméstica, trazendo agilidade no atendimento aos casos de urgência que requerem proteção imediata das vítimas”, afirma a polícia.

Confira a lista divida por cidades:

A cidade de Florianópolis está no topo da lista de pedidos de medidas protetivas homologadas no Estado – Foto: Policia Civil/Divulgação/ NDA cidade de Florianópolis está no topo da lista de pedidos de medidas protetivas homologadas no Estado – Foto: Policia Civil/Divulgação/ ND

Projetos em SC oferecem novas perspectivas de vida às vítimas de violência doméstica

Não são apenas mulheres que sofrem com a violência doméstica. Só no primeiro semestre de 2021 foram contabilizados quase 25 mil registros de violência contra crianças e adolescentes no País, ou seja, ao menos 136 casos por dia, de acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Ainda segundo o levantamento, nos primeiros seis meses de 2021, SC liderou os casos de maus-tratos e de lesão corporal contra crianças e jovens de 0 a 17 anos em uma análise que somou informações de 12 estados brasileiros.

Ao todo, foram 784 notificações de maus-tratos e 638 de lesão corporal dolosa praticados em Santa Catarina. As principais vítimas são do sexo feminino e têm pele branca.

A série especial da NDTV “Palavra de Mulher”, realizada pela jornalista Amanda Santos, conta a história de pessoas que sofreram com a violência doméstica, além de apresentar projetos que auxiliam as vítimas.

Você pode conferir o primeiro episódio completo neste link.

Se você sofre violência doméstica, ou conhece alguém que passa por isso, peça ajuda pelo site da Polícia Civil ou ligue 190.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Diversa+ na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...