FOTOS: confira a sequência do assalto que levou pânico a Criciúma

Ação aterrorizou a cidade do Sul do Estado e repercutiu internacionalmente; barricada com caminhão em chamas, reféns, tiros e dinheiro espalhado pelo chão são vistos nas imagens

Os criminosos utilizaram explosivos para assaltar o Banco do Brasil por volta de meia-noite. A ação se estendeu até cerca de 2h da madrugada, momento em que uma espécie de “carreata” foi testemunhada pelas ruas do município, quando os assaltantes saíram de Criciúma rumo a Nova Veneza. Ao menos duas pessoas ficaram feridas: um vigilante e um policial militar. O assalto foi realizado em uma área central de Criciúma e começou a “pipocar” em redes sociais desde os primeiros minutos da madrugada – Foto: Reprodução/Redes Sociais/ND
1 21

Os criminosos utilizaram explosivos para assaltar o Banco do Brasil por volta de meia-noite. A ação se estendeu até cerca de 2h da madrugada, momento em que uma espécie de “carreata” foi testemunhada pelas ruas do município, quando os assaltantes saíram de Criciúma rumo a Nova Veneza. Ao menos duas pessoas ficaram feridas: um vigilante e um policial militar. O assalto foi realizado em uma área central de Criciúma e começou a “pipocar” em redes sociais desde os primeiros minutos da madrugada – Foto: Reprodução/Redes Sociais/ND

O prefeito Clésio Salvaro (PSDB) fez um vídeo às 1h48 informando que ao menos dez veículos tomaram a direção Sul, rumo a Porto Alegre, por vias alternativas. Naquele momento, o chefe do Executivo pediu para que a população ficasse em casa. “A cidade neste momento está sitiada. São criminosos muito bem preparados, certamente vieram de outros estados da federação. Recomenda-se que você fique em casa”. Foto: Reprodução/Redes Sociais/ND
2 21

O prefeito Clésio Salvaro (PSDB) fez um vídeo às 1h48 informando que ao menos dez veículos tomaram a direção Sul, rumo a Porto Alegre, por vias alternativas. Naquele momento, o chefe do Executivo pediu para que a população ficasse em casa. “A cidade neste momento está sitiada. São criminosos muito bem preparados, certamente vieram de outros estados da federação. Recomenda-se que você fique em casa”. Foto: Reprodução/Redes Sociais/ND

Os reforços começaram a chegar por volta de 3h da madrugada. Quatro pessoas foram presas com duas malas de dinheiro por volta das 4h desta terça (1). No início da manhã, ND+ esteve em contato com o tenente-coronel Cristian Dimitri Andrade do 9º BPM (Batalhão da Polícia Militar), que detalhou ocorrido. “No momento da explosão de um dos bancos, muito dinheiro voou e alguns moradores estavam catando esse dinheiro. Porém, encontramos quatro suspeitos carregando duas malas cheias de dinheiro, próximo ao local”, afirmou  – Foto: Reprodução/Redes Sociais/ND
3 21

Os reforços começaram a chegar por volta de 3h da madrugada. Quatro pessoas foram presas com duas malas de dinheiro por volta das 4h desta terça (1). No início da manhã, ND+ esteve em contato com o tenente-coronel Cristian Dimitri Andrade do 9º BPM (Batalhão da Polícia Militar), que detalhou ocorrido. “No momento da explosão de um dos bancos, muito dinheiro voou e alguns moradores estavam catando esse dinheiro. Porém, encontramos quatro suspeitos carregando duas malas cheias de dinheiro, próximo ao local”, afirmou  – Foto: Reprodução/Redes Sociais/ND

Vários vídeos circularam nas redes sociais. Foram ouvidos muitos tiros nas primeiras horas da madrugada. – Foto: Reprodução/Divulgação ND
4 21

Vários vídeos circularam nas redes sociais. Foram ouvidos muitos tiros nas primeiras horas da madrugada. – Foto: Reprodução/Divulgação ND

Criminosos armados no Centro da cidade foram filmados se movimentando. “Noite de terror!” foi como os moradores de Criciúma definem o roubo cinematográfico no Banco do Brasil na cidade do Sul de Santa Catarina.- Foto: Reprodução/Divu;gação ND
5 21

Criminosos armados no Centro da cidade foram filmados se movimentando. “Noite de terror!” foi como os moradores de Criciúma definem o roubo cinematográfico no Banco do Brasil na cidade do Sul de Santa Catarina.- Foto: Reprodução/Divu;gação ND

Logo após imagens indicarem a saída dos bandidos de Criciúma, objetos apontados como supostos artefatos foram fotografados em diversos pontos do Centro da cidade. Além disso, muitas notas estavam espalhadas pelas ruas da cidade. Populares, no transcorrer da madrugada, saíram para “pescar” as notas deixadas após a ação dos criminosos. – Foto: Guilherme Hahn/Ishoot/Estadão Conteúdo
6 21

Logo após imagens indicarem a saída dos bandidos de Criciúma, objetos apontados como supostos artefatos foram fotografados em diversos pontos do Centro da cidade. Além disso, muitas notas estavam espalhadas pelas ruas da cidade. Populares, no transcorrer da madrugada, saíram para “pescar” as notas deixadas após a ação dos criminosos. – Foto: Guilherme Hahn/Ishoot/Estadão Conteúdo

Pela manhã, foi possível registrar o caminhão que os criminosos atearam fogo logo no início do assalto. Por volta de 5h40, quatro pessoas que fizeram o recolhimento de parte das cédulas que estavam no chão foram conduzidas para a delegacia. Elas tinha, cerca R$ 810 mil. Foto: Guilherme Hahn/Ishoot/Estadão Conteúdo
7 21

Pela manhã, foi possível registrar o caminhão que os criminosos atearam fogo logo no início do assalto. Por volta de 5h40, quatro pessoas que fizeram o recolhimento de parte das cédulas que estavam no chão foram conduzidas para a delegacia. Elas tinha, cerca R$ 810 mil. Foto: Guilherme Hahn/Ishoot/Estadão Conteúdo

Durante a manhã, quatro artefatos explosivos foram desativados pelo esquadrão de bombas do Cobra. Foram mobilizadas cinco equipes de Florianópolis para retirar os explosivos, totalizando aproximadamente 20 policiais. As buscas pelos criminosos continuam – Foto: Divulgação ND
8 21

Durante a manhã, quatro artefatos explosivos foram desativados pelo esquadrão de bombas do Cobra. Foram mobilizadas cinco equipes de Florianópolis para retirar os explosivos, totalizando aproximadamente 20 policiais. As buscas pelos criminosos continuam – Foto: Divulgação ND

Os artefatos estavam montados, podendo ser “facilmente detonados” se fossem manuseados de forma errada. Foi encontrado ainda um celular no explosivo que poderia ativar a explosão a partir de uma ligação.- Foto: Divulgação ND
9 21

Os artefatos estavam montados, podendo ser “facilmente detonados” se fossem manuseados de forma errada. Foi encontrado ainda um celular no explosivo que poderia ativar a explosão a partir de uma ligação.- Foto: Divulgação ND

Na manhã desta terça (1), a polícia encontrou dez veículos que foram utilizados pelos criminosos. Os automóveis  de alto valor comercial estavam em meio a uma plantação em Nova Veneza, cidade vizinha a Criciúma. – Foto: Divulgação ND
10 21

Na manhã desta terça (1), a polícia encontrou dez veículos que foram utilizados pelos criminosos. Os automóveis  de alto valor comercial estavam em meio a uma plantação em Nova Veneza, cidade vizinha a Criciúma. – Foto: Divulgação ND

Uma câmera de monitoramento flagrou a fuga dos criminosos em vários veículos às 2h19. É possível ver que alguns dos carros seguem em direção ao interior com os faróis desligados. Cerca de 30 criminosos teriam participado da ação, segundo a polícia.  – Foto: Divulgação/ND
11 21

Uma câmera de monitoramento flagrou a fuga dos criminosos em vários veículos às 2h19. É possível ver que alguns dos carros seguem em direção ao interior com os faróis desligados. Cerca de 30 criminosos teriam participado da ação, segundo a polícia.  – Foto: Divulgação/ND

Objetos conhecidos como “miguelitos”, para furar pneus de veículos, foram usados pelos criminosos para bloquear o trânsito no Morro do Formigão, na BR-101 em Tubarão. Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), a prática teria sido usada para evitar a chegada de reforços em Criciúma– Foto: PRF/Divulgação
12 21

Objetos conhecidos como “miguelitos”, para furar pneus de veículos, foram usados pelos criminosos para bloquear o trânsito no Morro do Formigão, na BR-101 em Tubarão. Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), a prática teria sido usada para evitar a chegada de reforços em Criciúma– Foto: PRF/Divulgação

Um caminhão foi incendiado e colocado na entrada do Morro do Formigão, em Tubarão, para bloquear trânsito na região – Foto: PRF/Divulgação ND
13 21

Um caminhão foi incendiado e colocado na entrada do Morro do Formigão, em Tubarão, para bloquear trânsito na região – Foto: PRF/Divulgação ND

O assalto mobilizou a Secretaria de Segurança Pública do Estado. Conforme o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Koerich, equipes se deslocam até o município ainda no início da manhã para auxiliar nos trabalhos.- Foto: Caio Marcello/AGIF/Estadão Conteúdo
14 21

O assalto mobilizou a Secretaria de Segurança Pública do Estado. Conforme o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Koerich, equipes se deslocam até o município ainda no início da manhã para auxiliar nos trabalhos.- Foto: Caio Marcello/AGIF/Estadão Conteúdo

Barreira em Içara, levantada desde às 6h desta terça para monitorar movimentações na região de Criciúma. – Foto: Anderson Coelho/ND
15 21

Barreira em Içara, levantada desde às 6h desta terça para monitorar movimentações na região de Criciúma. – Foto: Anderson Coelho/ND

Policiais em barreira montada em Içara param carros suspeitos para monitorar região de Criciúma.- Foto: Anderson Coelho/ND
16 21

Policiais em barreira montada em Içara param carros suspeitos para monitorar região de Criciúma.- Foto: Anderson Coelho/ND

Criminosos tinham colocado fogo no túnel do Morro do Formigão durante ação, que dá acesso a Criciúma. Equipe reliza limpeza nesta manhã. – Foto: Anderson Coelho/ND
17 21

Criminosos tinham colocado fogo no túnel do Morro do Formigão durante ação, que dá acesso a Criciúma. Equipe reliza limpeza nesta manhã. – Foto: Anderson Coelho/ND

Detritos queimados já haviam sido retirados no Túnel do Morro do Formigão, em Tubarão – Foto: Anderson Coleho/ND
18 21

Detritos queimados já haviam sido retirados no Túnel do Morro do Formigão, em Tubarão – Foto: Anderson Coleho/ND

Em um vídeo publicado pelo prefeito de Criciúma, no Sul catarinense, Clésio Salvaro (PSDB), ele avalia que o crime foi “uma noite de terror”.  O prefeito pede à população criciumense que retorne as rotinas normais.- Foto: Reprodução/ND
19 21

Em um vídeo publicado pelo prefeito de Criciúma, no Sul catarinense, Clésio Salvaro (PSDB), ele avalia que o crime foi “uma noite de terror”.  O prefeito pede à população criciumense que retorne as rotinas normais.- Foto: Reprodução/ND

O policiar militar Jeferson Luiz Esmeraldino, de 32 anos, acabou ferido na explosão do Banco do Brasil em Criciúma. Ele permacene na UTI doo Hospital Unimed. Esmeraldino passou por três cirurgias ainda na madrugada e a situação dele inspira cuidados. O soldado mora em Tubarão, mas trabalha no 9º Batalhão da Polícia Militar e estava de serviço no momento do assalto. – Foto: Reprodução/ND
20 21

O policiar militar Jeferson Luiz Esmeraldino, de 32 anos, acabou ferido na explosão do Banco do Brasil em Criciúma. Ele permacene na UTI doo Hospital Unimed. Esmeraldino passou por três cirurgias ainda na madrugada e a situação dele inspira cuidados. O soldado mora em Tubarão, mas trabalha no 9º Batalhão da Polícia Militar e estava de serviço no momento do assalto. – Foto: Reprodução/ND

Reparos na rede elétrica são feitos durante a manhã desta terça, em frente ao Banco do Brasil, após o assalto. – Foto: Anderson Coelho/ND
21 21

Reparos na rede elétrica são feitos durante a manhã desta terça, em frente ao Banco do Brasil, após o assalto. – Foto: Anderson Coelho/ND

+

Polícia