Governador do DF diz que Lázaro faz polícias ‘quase que de bobas’

“Tá passando da hora dele ser preso e cumprir sua pena na papuda”, disse Ibaneis Rocha

Na manhã desta quarta-feira (16), o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), conversou com jornalistas na saída de um evento no Jardim Botânico. Quando perguntado sobre o caso Lázaro, homem de 32 anos que vem aterrorizando a população de Ceilândia-DF, Edilândia-GO e Cocalzinho de Goiás-GO por oito dias, o mandatário disse estar impressionado com a caçada da polícia.

Ibaneis: Lázaro faz polícias ‘quase que de bobas’ – Foto: Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília/NDIbaneis: Lázaro faz polícias ‘quase que de bobas’ – Foto: Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília/ND

“A caçada ao Lázaro nos impressiona. São quase 300 homens das polícias do DF e Goiás que estão atrás desse marginal e não conseguiram ainda localizá-lo, espero que aconteça o mais rápido possível para darmos a punição devida”, afirmou Ibaneis Rocha

O criminoso fugiu na última quarta-feira (9) após matar Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. A mulher da família, Cleonice Marques, 43 anos, foi levada com ele e encontrada morta no último sábado (12). Desde então, Lázaro tem invadido chácaras, feito reféns, atirado contra caseiros e pedido comida em residências.

“Ele vem causando mal e fazendo as polícias do DF e Goiás quase que de bobas. Está passando da hora dele ser preso e cumprir sua pena na papuda durante muitos anos”, pressionou Ibaneis Rocha.

Rastros de Lázaro

Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, invadiu uma fazenda na madrugada desta quarta-feira (16). Ele preparou comida, se alimentou e deixou o local. Foi a última aparição do fugitivo até então.

Um morador da fazenda disse à polícia que a casa estava abastecida de comida. Lázaro teria ainda quebrado a porta da propriedade.

Na noite de terça (14), Lázaro sequestrou uma família de outra chácara e levou até um córrego próximo. Lá, ele mandou as vítimas deitarem e cobriu elas com folhas para que os drones e helicópteros não as avistassem. No entanto, policiais que estavam a pé viram a cena.

Agora, Lázaro atirou contra os agentes e conseguiu fugir novamente. Ele acertou de raspão dois tiros em um policial. A família já está fora de perigo, e o agente foi levado de helicóptero a um hospital de Anápolis-GO.

*As informações são do Jornal de Brasília via R7. 

+

Polícia

Loading...