Governadora decreta luto oficial de três dias após tragédia em creche de SC

Quatro pessoas morreram, entre elas crianças, após um jovem entrar armado na escola; governador afastado, Carlos Moisés também prestou solidariedade às vítimas

Cumprindo agenda na cidade de Guaramirim, no Norte de Santa Catarina, a governadora interina Daniela Reinehr prestou homenagem às vítimas da tragédia que ocorreu em Saudades, no Oeste, na manhã desta terça-feira (4).

Um jovem armado com um facão invadiu uma escola infantil e matou várias pessoas, entre elas, duas crianças.

Governadora prestou homenagem às vítimas da tragédia – Foto: Kelly Borges/NDTVGovernadora prestou homenagem às vítimas da tragédia – Foto: Kelly Borges/NDTV

Junto com secretários e demais autoridades, Daniela fez um minuto de silêncio, após realizar a assinatura do início das obras do trecho estadualizado da BR-280. Veja o momento da homenagem:

Daniela disse, ainda, que pediu para que o delegado-geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Paulo Koerich, fosse o ‘mais rápido possível’ até a cidade para acompanhar as investigações.

“É uma tragédia, algo que não é habitual no nosso Estado. Eu mesma não lembro de termos vivido algo semelhante e lamentável”, disse. Ela, inclusive, determinou o luto oficial de três dias em Santa Catarina.

Moisés também se manifesta sobre a tragédia

Quem também se manifestou sobre a tragédia foi o governador afastado de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva (PSL). Por meio de uma publicação em uma rede social, ele alegou que a notícia era devastadora e prestou solidariedade a família das vítimas.

Os secretários de Estado da Saúde e Educação, Carmen Zanotto e Luiz Fernando Vampiro, também se manifestaram sobre o caso por meio das redes sociais.

O procurador-geral do MPSC (Ministério Público de Santa Catarina), Fernando da Silva Comin, por meio também emitiu uma nota a respeito da tragédia, alegando que acompanhará todos os desdobramentos do caso.

Veja a nota na íntegra: 

“Nota de solidariedade às vítimas e a todos os envolvidos pela tragédia de Saudades, no Oeste catarinense

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) manifesta seu profundo pesar e sua solidariedade às vítimas e a todos os atingidos pela tragédia ocorrida na manhã desta terça-feira (4/5) em Saudades, no Oeste de Santa Catarina. Informações iniciais indicam que uma pessoa invadiu uma escola infantil e assassinou e feriu crianças e professores.

O MPSC irá acompanhar todos os desdobramentos no âmbito criminal e cível, mas, no momento, quer externar sua profunda tristeza com o ocorrido e prestar condolências aos familiares das vítimas e aos envolvidos nessa tragédia que abala a todos os catarinenses.”

Relembre o caso

O caso ocorreu na manhã desta terça-feira. O suspeito teria entrado armado no local e agredido professores e crianças que estavam na unidade escolar.

Segundo a Polícia Civil, o agressor seria um jovem de 18 anos e ainda não se sabe a motivação do atentado. Ele ficou gravemente ferido e foi conduzido ao município de Pinhalzinho, há 11 km de Saudades, com  escolta policial.

Três crianças e uma professora morreram. Uma quarta criança foi levada ao hospital com ferimentos leves. As crianças são menores de dois anos.

*Com informações da repórter Kelly Borges, da NDTV

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Polícia