Granada de efeito moral é utilizada pela polícia em festa no Meio-Oeste de SC

Cerca de 200 pessoas estavam participando da festa no interior de Joaçaba

Na madrugada de domingo (17), a PM (Polícia Militar) e a Vigilância Sanitária interromperam uma festa que acontecia no interior de Joaçaba, no Meio-Oeste de Santa Catarina. No local, cerca de 200 pessoas estavam reunidas. Para conter os ânimos, os policiais precisaram disparar bala de borracha, fazer uso de granada de efeito moral, além de gás de pimenta.

Festa no interior de Joaçaba tinha aproximadamente 200 pessoas – Foto: PM/Divulgação/Caco da RosaFesta no interior de Joaçaba tinha aproximadamente 200 pessoas – Foto: PM/Divulgação/Caco da Rosa

Três viaturas da PM estiveram na linha Ficancha, interior do município. Segundo o site Caco da Rosa, no local havia cerca de 60 carros que estavam estacionados e um DJ foi contratado para animar a festa. Durante a abordagem policial, os participantes investiram contra os policiais jogando garrafas e latas.

Muitas pessoas fugiram em meio a um milharal. O proprietário do local assinou um TC (Termo Circunstanciado) se responsabilizando sobre o descumprimento durante a pandemia da Covid-19. A região de Joaçaba, segundo último dado do governo de SC, encontrasse com risco gravíssimo para contágio da doença.

A reportagem do ND+ tentou contato com a Polícia Civil de Joaçaba nesta manhã de segunda-feira (18), porém foi informada que demais detalhes da ocorrência serão repassados somente durante o expediente, ou seja, à tarde.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Polícia