Homem acusado de matar a própria filha em SC é indiciado por novo crime

Em nova investigação a Polícia Civil concluiu que Claudinei Tizon mantinha sua ex-mulher presa em casa sob ameaças de morte

A Polícia Civil indiciou o homem acusado de matar a própria filha em Rodeio por um novo crime.

A informação foi divulgada nesta sexta-feira (30), quando uma nova investigação concluiu que Claudinei Tizon, de 42 anos, mantinha sua ex-mulher presa em casa sob ameaças de morte.

Homem acusado de matar a própria filha é indiciado por novo crimeClaudinei (esquerda) mantinha sua ex-mulher (de preto à direita) presa em casa sob ameaças de morte – Foto: Stêvão Limana/NDTV Blumenau

Segundo apurado pela polícia, Claudinei manteve a ex-companheira trancada na residência do casal por todo um final de semana.

Com isso, Claudinei além de responder pelos crimes de feminicídio, tentativa de feminicídio e tentativa de homicídio, responderá também pelo crime cárcere privado.

Pelas acusações, o homem poderá pegar mais de 90 anos de prisão.

Relembre o caso

O caso aconteceu na localidade de Rio Belo, em Rodeio. Claudinei além de matar a própria filha também esfaqueou outras quatro pessoas da família: a ex-mulher, os ex-sogros e o ex-cunhado.

Segundo informações da Polícia Militar o agressor teria dado tiros com um rifle calibre .22 antes de golpear fatalmente a filha, Géssica Dias Tizon.

Jovem recebeu facadas no peito – Foto: Reprodução/Redes Sociais/NDJovem recebeu facadas no peito – Foto: Reprodução/Redes Sociais/ND

No dia 13 de abril, a Justiça acatou o pedido da Polícia Civil e converteu a prisão em flagrante em prisão preventiva de Claudinei, pelo assassinato da própria filha.

Homem não foi notificado sobre medida protetiva

Horas antes do crime a mãe de Géssica entrou com um pedido de medida protetiva contra o ex-marido. No entanto o homem não chegou a ser intimado oficialmente sobre a medida.

A Justiça chegou a acatar o pedido, no entanto, quando o oficial foi até a residência do homem para informá-lo oficialmente, já encontrou o local com rastros de sangue.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia