Homem de 34 anos morre após várias facadas do tio em Chapecó, diz PM  

Agressão ocorreu na terça (18) no bairro Santo Antônio. A vítima foi internada com cortes graves, mas morreu no hospital nesta quarta (19). A Polícia Civil deve investigar o crime. O suspeito fugiu

Um homem morreu nesta quarta-feira (19) após ter sido agredido com diversos golpes de faca ainda na manhã de terça-feira (18) no bairro Santo Antônio, em Chapecó, no Oeste Catarinense.

Deyvidi Rio morreu aos 34 anos – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/NDDeyvidi Rio morreu aos 34 anos – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/ND

Deyvidi Rios, de 34 anos, foi socorrido com vida, mas em estado grave por conta das agressões, por volta das 6h19 de terça-feira, de acordo com a PM (Polícia Militar), que atendeu a ocorrência na rua Sergipe.

Mesmo ferido, o homem ainda contou à polícia que discutiu com o seu tio, de 55 anos, por causa de bebida alcoólica. Em razão da briga e os dois estarem bêbados, segundo ele, o tio disse que “iria resolver a situação.”

Conforme o relato, o suspeito foi até a cozinha, pegou uma faca e voltou para o quarto para agredir o sobrinho. Contou também que só não levou mais facadas, pois outro tio impediu as agressões.

Fontes disseram à reportagem que a vítima sofreu 13 golpes de faca. A polícia informou que não há  detalhes sobre os ferimentos, mas os dados devem constar no laudo do IML (Instituto Médico Legal).

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) socorreu Deyvidi ao Hospital Regional do Oeste com cortes graves. No entanto, a morte dele foi confirmada nesta quarta-feira. Não há informações oficiais sobre a causa da morte.

A reportagem fez contato com a Polícia Civil, que irá investigar o crime, mas ainda não obteve retorno. O suspeito do crime, segundo a Polícia Militar, fugiu logo após a briga.

Deyvidi foi velado na capela do bairro Universitário. O enterro ocorreu na manhã desta quinta-feira (20) no Cemitério Jardim do Éden, em Chapecó. Amigos lamentaram a morte do homem na internet.

“Sempre comigo esse meu irmão. Mas hoje Deus levou pra ficar com ele. Descanse em paz meu amigo. Vou ficar com a lembrança de todas as coisa boa que passamos”, escreveu Marcelo. “Só vou guardar as lembranças boas de ti. Meu vizinho desde criança, convivi minha infância inteira contigo, infelizmente foi tão cedo”, disse Diego.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...