Homem desaparece misteriosamente em Itajaí e família busca respostas

Nino, como é conhecido, sumiu após voltar da casa de um amigo, na madrugada de sábado (12)

Francisca Dias Ferreira está, desde a manhã de sábado (12), a procura do marido Damião Gomes Ferreira, de 35 anos. Ele teria saído para a casa de um amigo, no bairro São Vicente, em Itajaí, e após sair de lá não foi mais visto. Tudo aconteceu na madrugada de sábado.

Homem desaparece misteriosamente em Itajaí e família busca respostas – Foto: Arquivo pessoal/NDHomem desaparece misteriosamente em Itajaí e família busca respostas – Foto: Arquivo pessoal/ND

Ela conta que, na sexta-feira (11), ele “estava super bem, empolgado pelo feriadão”. Ainda na sexta, o casal trocou presentes de Dia dos Namorados.

“Saímos da oficina dele que fica ali na Avenida Nilo Bittencourt e viemos para casa”, conta. Era por volta das 23h30 quando Nino, apelido de Damião, resolveu ir para a lage em cima da casa deles “olhar o movimento, como de costume”. Francisca conta que foi dormir por volta desse horário.

Por volta da 1h da manhã, Nino conversou com um amigo por chamada de vídeo, comprou uma garrafa de bebida e foi até a casa do amigo, que também fica na Av. Nilo Bittencourt, próxima à oficina de Nino.

“Ele chegou lá mais ou menos 1h30, ficou lá bebendo até umas 5h40, segundo relato do amigo dele e da esposa do amigo dele”, conta Francisca. Ela ainda conta que o marido não estava bêbado, mas quis voltar para casa mais cedo para passar o Dia dos Namorados com a esposa.

O amigo dele o acompanhou até a esquina para garantir que Nino voltasse mesmo para casa. “Ele disse que viu que o Nino pegando a ciclovia no sentido a um supermercado próximo, e nisso o amigo dele voltou para casa, desde aí ele não foi mais visto”, explica.

A família já tentou de tudo, e nada de Nino. O celular dele foi rastreado, câmeras de segurança de locais próximos foram verificadas e até o possível trajeto que ele poderia ter feito já foi percorrido, “mas tudo sem sucesso”. A última localização do celular dele é da casa do amigo.

Francisca segue buscando pelo marido. Eles têm dois filhos juntos, cujo os nomes estão tatuados nos braços de Nino. Segundo o delegado Angelo Fragelli, de Itajaí, a polícia Civil recebeu o caso nesta segunda (14), mas ainda é muito cedo para qualquer suspeita.

Qualquer informação sobre o paradeiro dele pode ser repassado para a polícia Militar, pelo 190, ou com a polícia Civil, pelo 181.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...