Homem é preso por tentativa de feminicídio contra ex-companheira em Garuva

Mulher foi violentamente agredida no domingo (2) e suspeito foi preso dois dias depois, em Itapoá

Dois dias depois de agredir violentamente a diarista Wanderléia Jaine Ozelami, em Garuva, no Norte do Estado, o ex-companheiro da jovem de 24 anos foi preso em Itapoá, no Litoral. A prisão preventiva foi expedida pelo Judiciário e cumprida na noite de terça-feira (4), depois que a Polícia Militar recebeu informações de que ele estaria escondido na cidade.

Agressor ainda não foi preso e Polícia Civil mantém investigação em sigilo – Foto: Alphonsus Stofelli/NDTV

O suspeito, que não teve a identidade divulgada, foi preso por tentativa de feminicídio. Ele tentou enforcar Jaine, agrediu a jovem com socos e empurrões e a arrastou pela casa até que a diarista conseguiu gritar por socorro.

A tentativa de feminicídio aconteceu na frente da filha de Jaine, de apenas três anos. Depois de fugir do local, enquanto a ex-companheira era socorrida e encaminhada ao Pronto Atendimento, ele teria se escondido em Itapoá, onde foi preso.

O suspeito foi preso após monitoramento da residência onde ele estava escondido. O homem saía da casa em um carro, na companhia de outras pessoas, quando foi abordado pelos policiais, que cumpriram o mandado de prisão preventiva.

Ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Joinville.

+

Polícia