Homem encontrado morto no Ribeirão da Ilha ainda não foi identificado

O corpo foi encontrado por um homem, mas a polícia não explicou a razão dele estar no local para preservar a investigação

O homem encontrado morto nos fundos do casarão de número 11.789 da rodovia Baldicero Filomeno, Ribeirão da Ilha, ainda não foi identificado. Ao contrário de informações preliminares, a divisão de Homicídios da Polícia Civil diz que um homem encontrou o corpo, não operários, mas por questões de segurança da investigação não explicou o que essa pessoa fazia em um feriado no imóvel em reformas, tombado pelo Ipuf (Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis).

No local foi encontrada um barra de ferro suja de sangue, mas, de acordo com a investigação da Polícia Civil, ainda é cedo para dizer se ele foi morto com essa ferramenta. O corpo foi arrastado pelo terreno deixando rastros de sangue. Ainda de acordo com a investigação, nem ao menos pode se afirmar que o homem não identificado foi morto por objeto contundente, já que estava coberto de sangue, o que dificultou identificar a causa da morte.

Acesse e receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia