Homem passa a mão em mulher, empurra em barranco e tenta estupro em SC

A idosa de 62 anos foi atada na tarde de terça-feira (20) no interior de Concórdia; a Polícia Civil investiga o caso e procura o autor do crime

Uma mulher, de 62 anos, foi vítima de uma tentativa de estupro na tarde de terça-feira (20), na linha Lajeado Paulino, no interior de Concórdia, no Oeste de Santa Catarina.

Caso aconteceu em Concórdia, no Oeste catarinense — Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Governo de SC/NDCaso aconteceu em Concórdia, no Oeste catarinense — Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Governo de SC/ND

A vítima relatou à PM (Polícia Militar) que estava caminhando às margens da BR-153, quando um homem, que ela não conhece, se aproximou e passou a mão em sua bunda. Revoltada com o ataque, a mulher mencionou que chamaria a polícia, mas ele pediu desculpas e ela seguiu caminhando. 

Instantes depois, a mulher foi empurrada pelo homem em um barranco e golpeada na cabeça com uma pedra. Além disso, conforme a vítima, o autor tentou tirar a roupa dela a força e manter relação sexual, mas não conseguiu. 

A mulher resistiu ao ataque e conseguiu fugir do abusador. Ela pediu ajuda em um bar nas proximidades e foi atendida pelos socorristas dos Bombeiros Voluntários de Concórdia. 

Segundo os socorristas, a mulher sofreu ferimentos superficiais na cabeça, por conta das pancadas com a pedra. Depois foi conduzida ao Hospital São Francisco, em Concórdia, para avaliação médica. 

Buscas pelo criminoso 

A Polícia Militar foi chamada no endereço e começou a fazer buscas pelo homem após receber informações das características das roupas usadas por ele. No entanto, o rapaz não foi localizado. 

O homem já foi identificado, conforme a polícia, mas ele não foi encontrado em casa. Segundo o que a mãe dele disse aos policiais, ele teria saído do local na segunda-feira (19) com uma mochila e ainda não teria retornado. 

O caso foi registrado pela vítima em um BO (Boletim de Ocorrência) na Polícia Civil. O delegado Regional de Concórdia, Marcelo Sampaio Nogueira, disse que abriu uma investigação para apurar o caso, mas informou que o suspeito ainda não havia sido localizado na manhã desta quarta-feira (21). 

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...