Homicídio bizarro: polícia prende suspeito de arrancar orelhas com facão em SC

Outros três suspeitos foram identificados pela Polícia Civil e seguem foragidos

Três suspeitos de agredir violentamente um homem de 30 anos, que morreu em decorrência da gravidade das lesões, em Modelo, no Oeste de Santa Catarina, foram identificados pela PC (Polícia Civil). Um deles, de 21 anos, foi preso preventivamente na última terça-feira (20). Os outros dois envolvidos no homicídio, de 32 e 34 anos, seguem foragidos. Uma quarta pessoa também foi identificada.

Um jovem de 21 anos, suspeito de ter participado no crime, foi preso na noite de terça-feira (20) – Foto: Polícia Civil/Divulgação NDUm jovem de 21 anos, suspeito de ter participado no crime, foi preso na noite de terça-feira (20) – Foto: Polícia Civil/Divulgação ND

De acordo com o delegado Elder Arruda Chaves, os agressores entraram na casa da vítima munidos com facões. Eles feriram o homem em várias partes do corpo, inclusive amputando as orelhas. A vítima também teve fraturas nas mãos e nos cotovelos, sinais de TCE (Traumatismo Cranioencefálico) e perda do couro cabeludo.

“Ciente da infração penal, os policiais civis de Modelo, com apoio dos policiais de Pinhalzinho, imediatamente, passaram a realizar diligências, objetivando a identificação e qualificação dos suspeitos, oportunidade em que, após colherem elementos informativos quanto ao fato, lograram êxito na identificação dos investigados”, comenta o delegado.

A vítima chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao hospital  de São Miguel do Oeste, distante 46 km de Modelo, porém não resistiu aos ferimentos.

A PC colheu depoimentos de seis testemunhas, inclusive da viúva da vítima. Ainda segundo o delegado, o que motivou o crime foi o tráfico de drogas. Buscas por um quarto suspeito continuam, uma vez que ele teria oportunizado a fuga dos demais suspeitos agressores. Conforme o delegado, câmeras de monitoramento registraram a fuga dos suspeitos em um carro.

O inquérito policial será finalizado no prazo de até 10 dias.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...