Homossexual é vítima de estupro e roubo em Joinville

Vítima de 47 anos, que é cuidador de idosos, foi atacada quando saía do trabalho

Um homem de 47 anos foi vítima de estupro e roubo em Joinville. O crime ocorreu no sábado, dia 31 de julho, no bairro Guanabara, zona Sul do município.

carro da polícia civil de joinvilleCaso deve ser investigado pela Polícia Civil de Joinville. – Foto: Juliane Guerreiro/ND

Como de costume, a vítima estava saindo do trabalho, por volta das 20h30. Ele trabalha como cuidador há quase dois anos de um senhor paraplégico no bairro Guanabara. 

Aquele sábado, ao sair do serviço, o cuidador pegou a bicicleta e decidiu cortar caminho. Não quis pegar a Monsenhor Gercino e optou por um desvio. No entanto, acabou em uma rua de chão, escura e perigosa à noite, segundo relatou um amigo.

Nesta rua, antes de chegar no final para pegar a principal, ele foi abordado por um rapaz, que lhe pediu um cigarro. Como não fuma, disse que não tinha. Nesse meio tempo, um comparsa chegou.

Os dois criminosos, então, arrastaram o cuidador, que é homossexual, para um canto de um morro na rua, e o estupraram. Segundo o amigo do cuidador, enquanto um agredia e tapava a boca da vítima, o outro o estuprava.

Além da violência, os criminosos roubaram documentos, dinheiro e celular da vítima, e o deixaram jogado no chão.

Ainda segundo o amigo, o cuidador estava sangrando muito e teve de ir se arrastando até a casa de um parente, que fica no bairro Petrópolis“Deixaram ele largado lá, sangrando. Estava muito machucado”, detalha o amigo.

“Ele é sozinho aqui, não tem ninguém por ele. É desprezado pela família”, conta, com tristeza, o amigo. Depois do crime, o cuidador não voltou mais trabalhar com medo. “Ele está muito traumatizado”, relata.

Os nomes não foram revelados para preservar a vítima .

Caso deve ser investigado

O cuidador fez um Boletim de Ocorrência e o caso está sendo investigado pela 2ª Delegacia de Polícia de Joinville, que fica no bairro Fátima. Um inquérito policial deve ser aberto nos próximos dias para apurar o crime.

Inclusive, o delegado titular da 2DP, Rodrigo Vicentini de Campos inclusive, já determinou que a equipe de investigação cumpra as diligências urgentes deste caso.

Este não é o primeiro caso de homossexual vítima de violência este ano em Santa Catarina. Em junho, três homens estupraram um jovem de 22 anos em um bairro da região central de Florianópolis.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...