Idosa de 89 anos é achada morta com tesoura no pescoço em Chapecó

Caso foi descoberto na manhã desta sexta-feira (16) no bairro Presidente Médici

Uma idosa foi encontrada morta dentro de casa por volta das 7h40 desta sexta-feira (16), na rua Minas Gerais, no bairro Presidente Médici, em Chapecó, no Oeste de Santa CatarinaA residência estava revirada e o corpo de Orentina da Silva, de 89 anos, apresentava várias perfurações. 

Idosa de 84 anos é achada morta com tesoura no pescoço em Chapecó – Foto: NDTV/NDIdosa de 84 anos é achada morta com tesoura no pescoço em Chapecó – Foto: NDTV/ND

Uma filha da idosa, de 52 anos, disse à PM (Polícia Militar) que foi até a casa da mãe com o filho, de 25, para buscar uma receita de medicamentos, por volta das 7h. Eles teriam suspeitado pois a porta estava um pouco aberta.  Segundo a mulher, chamaram a polícia e aguardaram os policiais para entrarem na casa. 

A polícia esteve no local e constatou que a idosa estava morta em um dos quartos e com várias perfurações pelo corpo, inclusive, uma tesoura cravada na região do pescoço.

Caso aconteceu no bairro Presidente Médici, em Chapecó – Foto: Reprodução/NDCaso aconteceu no bairro Presidente Médici, em Chapecó – Foto: Reprodução/ND

A polícia registrou o caso como latrocínio consumado (roubo seguido de morte).  Segundo familiares, a idosa morava sozinha e costumava guardar dinheiro dentro do guarda roupas, o qual teria sido roubado. Os móveis estavam revirados na casa. 

“A princípio foi constatado que a idosa tinha alguns boletins policiais de desavenças com familiares”, relatou o sargento da PM, Alan Wagner Costa.

Uma equipe do IGP (Instituto Geral de Perícias) periciou o local perto das 10h. O caso será investigado pela PC (Polícia Civil).

Ao ND+, o delegado da Polícia Civil, Luiz Scheffer, informou que o caso foi entregue na CPP (Central de Plantão Policial). “Estamos ouvindo os familiares da idosa, mas ninguém foi detido”, explicou. 

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Polícia