Idoso de Canoinhas recebe ‘funcionário de banco’ e perde R$ 12 mil em golpe

O golpe da troca de cartão é um dos mais comuns e, segundo a polícia, tem sido frequente na região

O golpe da troca de cartão fez mais uma vítima, desta vez em Canoinhas, no Planalto Norte de Santa Catarina. Um idoso de 66 anos perdeu R$ 12 mil ao receber um falso funcionário do banco em casa na segunda (9).

Idoso caiu no golpe da troca de cartão, um dos mais comuns em SC – Foto: PixabayIdoso caiu no golpe da troca de cartão, um dos mais comuns em SC – Foto: Pixabay

A vítima contou à Polícia Militar que estava em casa quando recebeu uma ligação supostamente de um banco. Do outro lado da linha, disseram a ele que uma compra duvidosa havia sido feita com o cartão e que ele precisava ligar para o banco.

O idoso, então, ligou para o número indicado e confirmou alguns dados cadastrais. Em seguida, a suposta atendente informou que uma pessoa da segurança do banco passaria na casa do idoso, no bairro Marcílio Dias, para pegar o cartão e a senha.

Segundo o idoso, logo que ele desligou o telefone já havia no portão um homem em um veículo. Só quando o suposto funcionário do banco saiu da residência, a vítima percebeu que havia caído no golpe e acionou a PM.

A guarnição foi até a agência bancária e o agente conseguiu bloquear os cartões, porém, cerca de R$ 12 mil em saques já haviam sido feitos pelos criminosos.

Segundo o comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar, Silvano Sasinski, três casos do mesmo golpe já foram registrados nesta semana na região, todos com prejuízos consideráveis.

Saiba como não cair no golpe

O chamado golpe da troca do cartão é um dos 17 mais comuns em Santa Catarina, conforme cartilha divulgada pela Polícia Civil. Para evitar ser uma vítima dele, siga essas orientações:

  • Nunca forneça seus dados pessoais ou bancários via telefone;
  • Caso receba ligações de instituições financeiras, dirija-se à agência bancária
    para confirmar a informação;
  • Na impossibilidade de se dirigir até uma agência, encerre a ligação, espere alguns minutos e entre em contato com os canais oficiais do estabelecimento.

Além deste golpe, a Polícia Civil elencou outras armadilhas comuns no Estado, como o perfil falso do WhatsApp, os falsos links e os golpes de cupom de desconto.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...