Jeferson Esmeraldino, o policial ferido em Criciúma, está na UTI

Militar está internado após passar por três cirurgias de urgência; estado de saúde de é gravíssimo

Permanece internado no Hospital Unimed, o policial militar Jeferson Luiz Esmeraldino, de 32 anos, que acabou ferido na explosão do Banco do Brasil em Criciúma. Ao menos 30 homens armados sitiaram a cidade no Sul de Santa Catarina, no início desta terça-feira (1º).

Militar foi atingido por tiro durante assalto – Foto: Reprodução/NDMilitar foi atingido por tiro durante assalto – Foto: Reprodução/ND

Esmeraldino passou por três cirurgias ainda na madrugada e a situação dele inspira cuidados. O soldado mora em Tubarão, mas trabalha no 9º Batalhão da Polícia Militar e estava de serviço no momento do assalto. 

Em nota enviada à imprensa, a Polícia Militar do Estado informou que o soldado foi atingido por um tiro no abdômen durante a troca de tiros com os bandidos. O projétil acertou o fígado e o estômago do militar. 

O quadro de saúde dele é grave e, por tanto, o militar permanece internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Unimed de Criciúma. 

Outro ferido 

Um vigilante, que não teve a identidade revelada, também acabou ferido no assalto milionário. Ele trabalhava no momento do assalto e foi socorrido em um hospital da cidade. Não há informações sobre a gravidade dos ferimentos. 

Crime e os presos

Quatro moradores de Criciúma foram presos ainda na madrugada com R$ 800 mil em notas. De acordo com a polícia, os moradores não tem ligação com os bandidos, mas colheram parte do dinheiro dispersado pelos criminosos na fuga. As cédulas foram recuperadas e os suspeitos levados à Delegacia da Polícia Civil. 

A diretoria do Banco do Brasil ainda não informou a quantia levada pelos bandidos, que fugiram em vários carros. Nenhum deles foi encontrado.

+

Polícia