Jovem sequestrado por dívida de droga é resgatado em Florianópolis

Traficantes exigiram o pagamento de R$ 2 mil pelo resgate, que ocorreu nas imediações do bairro Carvoeira

Um jovem de 19 anos foi sequestrado após se envolver com o consumo de drogas e contrair dívida com traficantes, em Florianópolis. Ele foi resgatado no início da noite desta quarta-feira (18), dois dias após ter sido feito refém.

Polícia resgatou jovem sequestrado por dívida de drogas – Foto: PCSC/Divulgação/NDPolícia resgatou jovem sequestrado por dívida de drogas – Foto: PCSC/Divulgação/ND

Segundo a Polícia Civil, o envolvimento dele com drogas iniciou há dois meses na região da Serrinha. Traficantes passaram a exigir que familiares fizessem o pagamento de R$ 2 mil sob ameaças de matarem o rapaz.

A vítima chegou a sofrer agressões e queimaduras de cigarro, enquanto esteve refém.

A polícia identificou que o pagamento do resgate seria feito no início da noite desta quarta, nas imediações da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), no bairro Carvoeira, onde a vítima estuda. O jovem foi, então, localizado e resgatado em segurança.

A Delegacia de Roubos e Antissequestro da DEIC (Diretoria Estadual de Investigações Criminais), informou que quatro envolvidos, com idades entre 19 e 21 anos, foram identificados e presos em flagrante.

“Eles estavam ameaçando tanto a vítima quanto os familiares dela. O rapaz sofreu agressões e até queimaduras com cigarro para que a família fizesse o pagamento e ele fosse libertado”, disse o delegado Anselmo Cruz, responsável pela Delegacia de Roubos e Antissequestro.

O grupo responderá pelo crime de extorsão mediante sequestro, com pena prevista de 12 a 20 anos de reclusão. Nenhum deles possuía antecedentes criminais até então.

Contudo, a polícia apurou que todos estão envolvidos com o tráfico de drogas na região.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...