Justiça decreta prisão preventiva de homem que matou idoso para voltar à prisão em SC

Crime ocorreu nesta semana, em Três Barras; autor disse que cometeu o homicídio por ter se irritado com oração feita pelo idoso

A justiça decretou, nesta sexta-feira (28), a prisão preventiva do homem que confessou ter matado um idoso em Três Barras, no Planalto Norte catarinense, na última quinta (27).

Crime aconteceu na manhã de quinta-feira (27), em Três Barras – Foto: 9BBM/DivulgaçãoCrime aconteceu na manhã de quinta-feira (27), em Três Barras – Foto: 9BBM/Divulgação

O crime ocorreu no distrito de São Cristóvão, quando o autor, que morava com a vítima, a golpeou com um martelo e depois incendiou a casa em que viviam. O idoso, identificado como Pedro Nichelski, morreu no local.

Em um primeiro momento, o autor do crime disse que cometeu o homicídio porque se irritou com o barulho feito pelo idoso durante as orações. Depois, em depoimento, falou que matou a vítima porque não queria voltar ao sistema carcerário.

O homem foi preso em flagrante por homicídio qualificado por motivo torpe e, com a prisão preventiva, deve continuar no presídio.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...