Mãe é presa suspeita de prostituir filha de 8 anos em troca de drogas e dinheiro em SC

Um idoso de 69 anos também foi detido; segundo a Polícia Civil, ele confessou que pagava à mulher pelos encontros com a criança há mais de um ano

A mãe de uma criança de 8 anos foi presa nesta sexta-feira (26) suspeita de exploração sexual, em Blumenau, no Vale do Itajaí. A mulher obrigava a filha a se prostituir em troca de drogas e dinheiro dado por um idoso de 69 anos, que também foi detido. Segundo a Polícia Civil, os encontros aconteceriam há mais de um ano.

Mãe é presa suspeita de prostituir filha de 8 anos em troca de drogas e dinheiro em Blumenau – Foto: Reprodução/Stêvão LimanaMãe é presa suspeita de prostituir filha de 8 anos em troca de drogas e dinheiro em Blumenau – Foto: Reprodução/Stêvão Limana

O caso começou a ser investigado no dia 17 de março, quando policiais da DPCAMI de Blumenau (Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso) receberam um vídeo contendo cenas do homem estuprando a menina. No mesmo dia os investigadores conseguiram identificar a vítima e o suspeito.

De acordo com a delegada Juliana Tridapalli, a mãe de 30 anos prestou depoimento e, em princípio, disse que nada havia acontecido. Na sequência a criança foi levada a uma clínica, onde realizou exames e ficou comprovado o estupro.

A Polícia Civil então pediu a prisão preventiva do homem. Durante o cumprimento do mandado, na casa do suspeito, os policiais encontraram um celular contendo diversas fotos e vídeos do idoso cometendo o estupro, além de imagens de outras crianças que teriam sido baixadas da internet.

Segundo a delegada Tridapalli, durante interrogatório o idoso teria dito que comprava drogas para a mãe antes dos encontros com a criança e enquanto a mulher fazia uso dos entorpecentes, ele estuprava a menina. O homem também disse que mantinha relações sexuais com a mãe e que auxiliava-a financeiramente.

Diante do depoimento do autor, a Polícia Civil também pediu a prisão preventiva da mulher, que foi cumprida nesta sexta-feira (26). Ela foi encaminhada ao Presídio Feminino de Itajaí.

De acordo com a delegada Tridapalli, o inquérito já foi concluído e encaminhado ao Poder Judiciário. A menina e os outros filhos da mulher foram afastados do convívio familiar e receberão acompanhamento.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Polícia