Mansão de herdeira do tráfico em Jurerê Internacional é alvo de ação da polícia

Operação que visa identificar esquema de lavagem de dinheiro do tráfico no RJ teve início nesta quarta (14), com ações também em Balneário Camboriú

A Polícia Civil deu início na manhã desta quarta-feira (14) à operação Rainha de Copas, que tem como principal alvo uma mulher suspeita de ser o braço direito e “herdeira” de Léo do Aço, um dos chefes do tráfico no Rio de Janeiro, assassinado em 2019.

Foi cumprido um mandado de busca e apreensão na mansão de Carla Oliveira Melo em Jurerê Internacional, em Florianópolis, onde foram encontrados e apreendidos veículos de luxo, aparelhos celulares e até lancha e jet ski.

Fachada da mansão onde Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na manhã desta quarta (14), em Jurerê Internacional – Foto: Reprodução/Polícia Civil/NDFachada da mansão onde Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na manhã desta quarta (14), em Jurerê Internacional – Foto: Reprodução/Polícia Civil/ND

A operação tem como objetivo promover bloqueio de contas, valores e sequestro de bens de suspeitos de organização criminosa e lavagem de dinheiro do tráfico de drogas.

Além da mansão em Jurerê Internacional, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em um triplex de luxo em Balneário Camboriú e em outros endereços no Rio de Janeiro.

Herdeira do tráfico em Florianópolis

A peça central da operação é Carla Oliveira Melo e seu atual marido, Franco Guayanaz dos Santos Maurício, soldado do Batalhão de Choque da Polícia Militar do Rio.

Carla é identificada como o braço direito do chefe do tráfico do Antares, Léo do Aço, que foi assassinado em 2019.

Além de movimentações milionárias em contas bancárias, criação de empresas de fachada e ostentação em casas e bens de luxo, as investigações mostram que os integrantes ainda construíram um canal de comunicação com traficantes de diversas comunidades da facção para vazamento de informações de operações policiais.

Nas redes sociais, Carla ostenta uma vida luxuosa em mansões em condomínios de alto padrão, viagens internacionais e passeios em lanchas e jet ski.

De acordo com a Polícia Civil, para a Justiça há indícios suficientes dos crimes de formação de organização criminosa e lavagem de dinheiro. Assim, as medidas da operação são para evitar que os investigados se desfaçam dos bens do crime ou adquiridos por meios criminosos.

Mansão em Jurerê Internacional

Uma movimentação recente chamou ainda mais a atenção dos investigadores.

A partir de 2017, Carla, antiga moradora de bairros como Campo Grande, Vila Kosmos e Vaz Lobo passou a alugar casas de alto luxo em condomínios do Recreio dos Bandeirantes, São Conrado e Barra da Tijuca.

Os alugueis variavam de R$ 15 mil a R$ 30 mil e ela chegou a ser vizinha de condomínio da cantora Anitta, na Barra. Recentemente, após casar, ela se mudou para uma mansão milionária em Jurerê Internacional.

“Conseguimos identificar e apreender veículos de luxo, documentos que corroboram as investigações, aparelhos celulares, e até mesmo lancha e jet ski”, informou o delegado da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Gabriel Poiava.

Lancha apreendida com herdeira do tráfico em Jurerê Internacional - Divulgação/Polícia Civil
1 6
Lancha apreendida com herdeira do tráfico em Jurerê Internacional - Divulgação/Polícia Civil
Lancha apreendida com herdeira do tráfico em Jurerê Internacional - Divulgação/Polícia Civil
2 6
Lancha apreendida com herdeira do tráfico em Jurerê Internacional - Divulgação/Polícia Civil
Lancha apreendida com herdeira do tráfico em Jurerê Internacional - Divulgação/Polícia Civil
3 6
Lancha apreendida com herdeira do tráfico em Jurerê Internacional - Divulgação/Polícia Civil
Lancha apreendida com herdeira do tráfico em Jurerê Internacional - Divulgação/Polícia Civil
4 6
Lancha apreendida com herdeira do tráfico em Jurerê Internacional - Divulgação/Polícia Civil
Jet Ski apreendido com herdeira do tráfico em Jurerê Internacional - Divulgação/Polícia Civil
5 6
Jet Ski apreendido com herdeira do tráfico em Jurerê Internacional - Divulgação/Polícia Civil
Jet Ski apreendido com herdeira do tráfico em Jurerê Internacional - Divulgação/Polícia Civil
6 6
Jet Ski apreendido com herdeira do tráfico em Jurerê Internacional - Divulgação/Polícia Civil

“Acreditamos que, com o decorrer das investigações a gente identifique outras pessoas vinculadas a essa organização criminosa”, continuou o delegado.

Ainda de acordo com Poiava, ela está morando na residência em Florianópolis há cerca de um mês, e estava presente durante o cumprimento do mandado de busca nesta quarta (14).

Confira vídeos da mansão:

Segundo observado pela investigação, Carla constantemente posta fotos de viagens internacionais como, por exemplo, a Nova York, Miami, Florida, Espanha, França e Itália.

Além disso, ela costuma publicar fotos de passeios de lancha, jet ski e recentemente postou fotos de viagens nacionais a Alagoas/Maragogi e a Pernambuco.

Mandado em triplex de luxo em Balneário Camboriú

Outro mandado de busca e apreensão derivado da operação Rainha de Copas foi cumprido em Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina.

Carla Oliveira e os demais integrantes da organização criminosa são responsáveis por movimentar aproximadamente R$15 milhões de reais nos últimos anos em suas contas bancárias, destacou a Polícia Civil.

Veja os vídeos do triplex:

Outros investigados no Rio de Janeiro

No Rio, os alvos são Silvestre Andre da Silva Felizardo, ex-policial militar do Bope (Batalhão de Operações Especiais), condenado por corrupção passiva e organização criminosa e ex-marido de Carla Oliveira Melo, e Hanna Santos de Oliveira, também apontada como participante do esquema de lavagem de dinheiro.

Outros sete endereços no Rio de Janeiro foram visitados, conforme as informações do delegado Gabriel Poiava.

Movimentação financeira atípica

De acordo com o levantamento da Delegacia de Lavagem de Dinheiro, em menos de 10 anos os investigados abriram cinco empresas com capitais que beiram os R$ 2 milhões.

Uma delas, a Meloguayanaz passeios, que aluga lanchas e foi aberta em dezembro de 2020, foi criada com capital de R$ 800 mil.

Já a Festa.com, pequena empresa de material de descartável, apresentou uma movimentação bancária de R$ 2,5 milhões nos últimos três anos.

As contas bancárias pessoais também possuem movimentações com cifras altas.

Carla, em 3 anos aproximadamente, fez girar R$ 7 milhões.

Hanna Oliveira, por sua vez, mesmo não possuindo emprego, movimentou R$ 1,5 milhão de reais, enquanto Franco, com salário de pouco menos de R$ 3 mil por mês, movimentou R$ 1,7 milhão nos últimos três anos.

Pelo balanço financeiro das contas de Silvestre ficou comprovado que os depósitos vindo de Carla são constantes, o que proporcionou uma movimentação bancária, nos últimos 3 anos, de aproximadamente R$ 2,5 milhões.

Empresas

A SK TRANSPORTES LTDA foi criada em 14 de outubro de 2011, com capital de R$ 200.000,00, tendo como endereço uma antiga residência de Carla Oliveira Melo, em um apartamento em Campo Grande.

A Festa.com, criada em 20 de dezembro de 2011, juntamente com seu ex-companheiro, Silvestre, possui capital de R$ 300.000,00.

Porém, segundo peça informativa do Ministério Público, este capital foi propositalmente aumentado por seus advogados em 2020 de R$ 150.000,00 para R$ 300.000,00 com o intuito de justificar parte da fortuna “lavada”.

Já a N&L Comércio de Cestas, criada em 15 de outubro de 2019, logo após a morte do traficante Léo do Aço, assassinado em agosto do mesmo ano, possui um capital de R$ 500.000,00.

Em dezembro de 2020, foi criado o CNPJ 40.087.027/0001-88 pelos sócios Carla e Franco com capital social de R$ 800.000,00.

Cabe ressaltar que a Meloguayanaz Passeios foi criada em 11 de dezembro de 2020 em meio à pandemia que vem causando crise financeira no país, com capital de expressivos R$ 800.000,00 juntamente com seu atual companheiro, Franco, que, segundo consulta ao Portal da Transparência do RJ, recebeu salário líquido de aproximadamente R$ 3.000,00 no último mês.

Em 26 de março de 2021, Carla abriu a N E D Comércio e Distribuição de Bebidas LTDA com capital de R$ 20.000,00 juntamente com seu genro.

Automóveis

A Polícia Civil também identificou que em nome de Carla de Oliveira Melo consta os veículos:

  • Nissan Sentra;
  • Mercedes Benz E250BLUEEF;
  • Hyundai Santa Fe.

Além disso, segundo uma nota informativa do Ministério Público, há ainda carros e motos luxosos em nomes de laranjas, como uma BMW X6 2020 no valor de R$ 687.000,00, dois Camaros, um Mercedes conversível, uma Harley Davidson, além de lancha, jet ski e quadriciclo.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...