Menino que teve perna amputada enquanto voltava de igreja em SC segue em estado grave

Ele foi atingido por um caminhão, quando voltava da catequese, no sábado (14)

Segue em estado grave, na UTI do Hospital Regional de Rio do Sul, Lucas Pedro Bini, 12, atingido por um caminhão no último sábado (14), quando voltava da catequese. O acidente ocorreu por volta do meio-dia, na BR-470, em Pouso Redondo. O menino fazia, pela primeira vez, o trajeto de quatro quilômetros entre a igreja e a casa dele.

Menino foi tingido por um caminhão quando tentou cruzar a BR-470 – Foto: Rerodução/Arquivo Pessoal/NDMenino foi tingido por um caminhão quando tentou cruzar a BR-470 – Foto: Rerodução/Arquivo Pessoal/ND

Morador de Pouso Redondo, Lucas voltava da catequese, com planos de fazer a primeira comunhão no dia 20 de agosto. Rotineiramente, ele pedia aos pais para ir de bicicleta à igreja.

“Nunca deixamos porque sabíamos dos perigos”, lembra a mãe, Luana Bini. No último sábado (14), após muitas instruções, a família resolveu atender ao pedido do filho mais velho.

Lucas, segundo a mãe, ficou feliz. Conversou com as pessoas pelo caminho, contou sobre a experiência e chegou a concluir a primeira etapa do trajeto.

Participou da catequese e embarcou na bicicleta para retornar. O fim de semana seria como de costume; vendo jogos de futebol com o pai, que é goleiro, e brincando com o irmão mais novo.

Lucas foi atingido quando tentou cruzar a via

Quando passava no acostamento da BR-470, o filho de Luana seguia no sentido Pouso Redondo/Rio do Sul. Um caminhão trafegava na mesma direção, mas Lucas resolveu cruzar a rodovia, sem se dar conta que estava muito próximo do veículo.

Ele foi então atingido pela carreta, que mesmo tentando frear, ainda passou por cima da perna direita do garoto.

Faltavam apenas dois quilômetros para ele chegar em casa, na comunidade Barra do Aterrado. O menino foi atendido pelos bombeiros com várias lesões. Além da perna, ele teve ferimentos da região pélvica e chegou ao hospital com um coágulo na cabeça, revertido pelos médicos.

Corrente de orações

A família agora faz uma corrente de orações, pelas redes sociais, e confia na recuperação do garoto. “Os médicos nos disseram que ele corre risco de mortes, mas temos fé que ele vai sair dessa”, diz a mãe.

Polícia Civil pode abrir inquérito

O condutor da carreta prestou socorro após o acidente, e aguardou a chegada da equipe médica. Os pais da criança tiveram acesso a imagens de videomonitoramento que mostraram que ele tentou evitar a colisão.

Mesmo assim, a Polícia Civil aguarda o boletim da Polícia Rodoviária Federal para apurar melhor os fatos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...