Miss mexicana é presa acusada de integrar gangue de sequestradores

Laura Romero e mais sete pessoas foram detidas pela Unidade Especializada em Combate ao Sequestro e podem pegar até 50 anos de prisão

A miss mexicana Laura Mojica Romero foi presa por suspeita de envolvimento com gangue de sequestradores que atuava no Estado de Veracruz, no México. As informações são do portal UOL.

Segundo informações do El País, ela aguarda julgamento e pode pegar até até 50 anos de prisão.

Laura Romero foi finalista do Miss México 2019 – Foto: Reprodução/InstagramLaura Romero foi finalista do Miss México 2019 – Foto: Reprodução/Instagram

Laura Romero é nascida em Tuxtepec, no estado de Oaxaca. Ela conquistou o título de Miss Oaxaca 2018 e chegou à final do Miss México 2019. Ela ainda conquistou o título “Rainha Internacional do Café de 2020”, em competição disputada na Colômbia.

Sete pessoas detidas

A prisão ocorreu durante uma operação da UECS (Unidade Especializada em Combate ao Sequestro). Além dela, sete pessoas envolvidas no caso foram detidas.

Conforme consta em sua biografia publicada em uma rede social, Laura é formada em Administração de Empresas e era o rosto conhecido de algumas associações relacionadas à luta contra o câncer de mama e infantil.

+

Polícia