VÍDEO: Morador com saco de alho é atropelado por viatura da Polícia Militar em Palhoça

Após a ocorrência, vizinhos foram até o local do atropelamento e discutiram com os policiais; vítima precisou passar por cirurgia na perna

Um morador de Palhoça acusa dois policiais militares de atropelamento após sair de casa para ir ao mercado comprar alho. O caso foi registrado no início da tarde de domingo (15) na rua Baldomiro Koerich, no bairro Bela Vista. A vítima sofreu ferimentos na perna e precisou passar por uma cirurgia. O comando-geral da Polícia Militar informou que determinou a instauração de um inquérito policial militar para investigar as circunstâncias do fato.

Após o atropelamento a viatura bateu e derrubou o portão de uma casa – Foto: Divulgação/NDApós o atropelamento a viatura bateu e derrubou o portão de uma casa – Foto: Divulgação/ND

De acordo com vizinhos da vítima, quando o homem fazia o trajeto da volta do mercado para casa, uma viatura da PMSC (Polícia Militar de Santa Catarina) seguiu ele e o atropelou. Depois do atropelamento, a viatura colidiu e derrubou o portão de uma casa.

Morador teria saído de casa para comprar alho – Foto: Divulgação/NDMorador teria saído de casa para comprar alho – Foto: Divulgação/ND

No momento do acidente vizinhos foram até a rua para ajudar o homem, que ficou caído no chão. Vídeos feitos pelos moradores mostram o bate-boca entre a comunidade e os policiais.

Uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamada para atender a vítima, que estava com sangramento na perna.

Ele foi encaminhado ao Hospital Regional de São José e precisou passar por uma cirurgia. O quadro de saúde dele não foi informado.

Vizinhos viram momento do atropelamento

Uma das testemunhas do atropelamento relatou que os PMs viram o homem com um saco plástico cheio de alho e o confundiram com um traficante portando drogas. Outra vizinha contou que conhece o homem e viu toda a ocorrência.

Houve bate-boca entre Policiais Militares e a comunidade. O vídeo foi desfocado e está sem áudio para preservar a identidade da vítima e das pessoas presentes no momento da ocorrência – Vídeo: Divulgação/ND

Um homem que passava pela rua na hora da ocorrência também contou o que viu. “Eu estava presente. A polícia viu ele entrando correndo na rua, parou o carro, deu a ré, entrou e atropelou o rapaz. É difícil acreditar, mas foi exatamente isso que aconteceu. Quando entraram na rua até pensei que iam me enquadrar, pois passaram olhando e do nada entraram com tudo”, pontuou.

O que diz a Polícia Militar

Procurado, o comando-geral da Polícia Militar enviou uma nota ao ND+. Confira na íntegra o que diz a PM:

“A respeito de uma ocorrência no dia 15, às 14h37min, na rua Baldomiro Koerich, no bairro Bela Vista, a Polícia Militar de Santa Catarina, através do 16º BPM de Palhoça, esclarece que: tratou-se de uma tentativa de abordagem em que houve um acidente de trânsito e, partir disso, foi determinada a instauração de um Inquérito Policial Militar para investigar as circunstâncias do fato.”

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...