Moro chega à Polícia Federal e depõe sobre acusações contra Bolsonaro

Depoimento de ex-ministro foi marcado após ministro Celso de Mello determinar prazo; Moro falará a policiais federais e a representantes da PGR

O ex-ministro Sergio Moro chegou, na tarde deste sábado (2), à sede da Polícia Federal em Curitiba para prestar depoimento sobre as acusações feitas contra o presidente Jair Bolsonaro ao sair do governo. O ex-juiz falará a policiais federais e a representantes da Procuradoria-Geral da República.

Sérgio Moro chega à sede da PF em Curitiba – Foto: EDUARDO MATYSIAK/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOSérgio Moro chega à sede da PF em Curitiba – Foto: EDUARDO MATYSIAK/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A oitiva foi marcada após o ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), dar o prazo de cinco dias para a polícia ouvir o ex-ministro da Justiça.

Moro deverá ser questionado sobre as declarações que fez ao pedir demissão do Ministério da Justiça e Segurança Pública, no último dia 24. Na ocasião, ele disse que o presidente queria mudar o diretor-geral da corporação com o objetivo de exercer influência política.

Em entrevista à revista “Veja”, Moro afirmou ter provas e que as apresentaria à Justiça.

Antes da chegada de Moro, pessoas se manifestaram diante do prédio da Polícia Federal de Curitiba. Um grupo defendia o ex-ministro da Justiça, enquanto outro se posicionava a favor do presidente Jair Bolsonaro.

Pela manhã, o presidente chamou Moro de “Judas” em publicação nas redes sociais.

Leia também

+

Polícia

Loading...