Morto tem corpo violado e cabeça arrancada no Alto Vale do Itajaí

A ocorrência aconteceu na manhã deste domingo (2) na cidade de José Boiteux

O corpo de um homem enterrado há 10 meses no cemitério de José Boiteux, no Alto Vale, foi violado neste domingo (2).

corpo de homem estava enterrado há 10 mesesHomem estava enterrado há 10 meses – Foto: Divulgação/PM José Boiteux/ND

A Polícia Militar atendeu a ocorrência na manhã de domingo e ao chegar no cemitério encontrou a sepultura totalmente destruída e o corpo do homem sem a cabeça.

O túmulo pertencia a Júlio César Lunelli, de 51 anos. Júlio era atleta e servidor público.

Os policiais realizaram buscas pela região, mas não localizaram o autor do crime e nem a cabeça do cadáver. Diante dos fatos foi lavrado um boletim de ocorrência e a família foi orientada a lacrar o túmulo.

O caso agora passa a ser investigado pela Polícia Civil de Rio do Sul.

Homem estava enterrado há 10 meses - Divulgação/PM José Boiteux/ND
1 4

Homem estava enterrado há 10 meses - Divulgação/PM José Boiteux/ND

Morto teve a cabeça arrancada no cemitério de José Boiteux - Divulgação/PM José Boiteux/ND
2 4

Morto teve a cabeça arrancada no cemitério de José Boiteux - Divulgação/PM José Boiteux/ND

Morto teve a cabeça arrancada no cemitério de José Boiteux - Divulgação/PM José Boiteux/ND
3 4

Morto teve a cabeça arrancada no cemitério de José Boiteux - Divulgação/PM José Boiteux/ND

Morto teve a cabeça arrancada no cemitério de José Boiteux - Divulgação/PM José Boiteux/ND
4 4

Morto teve a cabeça arrancada no cemitério de José Boiteux - Divulgação/PM José Boiteux/ND

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia