Motorista que invadiu shopping em Florianópolis é liberado em audiência de custódia

O homem de 31 anos perdeu o direito de dirigir, terá que pagar fiança e deve cumprir medidas cautelares por tempo determinado

O motorista que invadiu de carro um shopping no Centro de Florianópolis foi liberado durante a audiência de custódia nesta sexta-feira (15). Ele terá que pagar uma fiança de cerca de R$ 5 mil, além de cumprir medidas cautelares.

O condutor do veículo alegou falha mecânica mas apresentava sinais de embriaguez. – Foto: Divulgação/NDO condutor do veículo alegou falha mecânica mas apresentava sinais de embriaguez. – Foto: Divulgação/ND

Durante seis meses, Étore Fernando do Amaral, de 31 anos, deve permanecer em casa entre às 20h e 6h e durante os finais de semana, só podendo sair da residência para trabalhar.

O motorista perdeu o direito de dirigir por dois meses, depois do prazo de suspensão determinado pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito do Estado de Santa Catarina).

Caso não cumpra alguma das condições, Amaral voltará a ser preso preventivamente durante o período de julgamento.

Na madrugada de sexta-feira (15), o motorista foi preso em flagrante após dirigir por uma rua inteira na contramão. Ele desceu as escadas de acesso ao shopping e invadiu o prédio.

O acidente aconteceu por volta das 3h30 de sexta-feira (15). – Vídeo: Divulgação/ND

Por pouco, um segurança não foi atingido pelo carro. O veículo só parou após bater em um quiosque que ficou destruído. O proprietário do estabelecimento avalia o prejuízo em mais de R$ 500 mil.

Segundo a Guarda Municipal, o motorista estava visivelmente embriagado e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Uma garrafa de bebida álcoólica foi encontrada dentro do carro após a colisão.

Além disso, Amaral já estava com a carteira de habilitação suspensa até dezembro de 2022 por outras irregularidades.

O motorista alegou que o acidente ocorreu por problemas mecânicos no Hyundai/Azera, com placas de Palhoça.

+

BG Florianópolis

Loading...