Motorista foge de blitz, capota e acaba preso em Florianópolis

Segundo a PMRv o condutor dirigia sob efeito de álcool no bairro Santo Antônio de Lisboa

Um acidente de trânsito foi registrado por volta da 01h deste domingo (20), na SC-401, em Florianópolis, capital de Santa Catarina. Tudo começou quando um veículo não acatou a ordem de parada na barreira da Lei Seca da PMRv (Polícia Militar Rodoviária), no bairro Santo Antônio de Lisboa e fugiu.

Motorista capotou o carro na SC-401 no KM 29, apresentava sinais de embriaguez e sofreu um corte na testa  – Foto: PMRv/Divulgação/NDMotorista capotou o carro na SC-401 no KM 29, apresentava sinais de embriaguez e sofreu um corte na testa  – Foto: PMRv/Divulgação/ND

De acordo com os policiais, o veículo transitava pela rodovia e algumas vezes pelo acostamento, andando em zigue-zague e cortando a preferencial de várias ruas. Ainda segundo eles, o motorista desobedeceu às normas de circulação de trânsito próximo ao KM 18, colidiu com a mureta central e bateu também na mureta de contenção na curva do elevado do CIC sentido Centro – Trindade.

Segundo a guarnição, o veículo ainda estava fugindo quando furou diversas vezes o sinal vermelho e jogou o carro para cima dos policiais. No momento que descia a rua Deputado Antônio Vieira, furou sinal de parada obrigatória e quando entrou na SC-401, próximo ao KM 29, acabou perdendo o controle, saiu da pista e capotou, informou a polícia.

A PMRv detalhou que o motorista possuía sinais de embriaguez, estava desorientado, com a fala enrolada e andava cambaleando. O atendimento do Corpo de Bombeiros foi dispensado pois o indivíduo estava apenas com um pequeno corte na testa.

Foi realizado o teste do bafômetro que apresentou 0.58mg/l, o motorista foi conduzido a 5ª Delegacia de Polícia para os procedimentos cabíveis e o seu veículo foi removido ao pátio do Sinasc por falta de condições de rodar.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...