Mulher é agredida por companheiro após ser promovida em SC

O caso aconteceu em Blumenau. Durante a ocorrência o suspeito tentou agredir os policiais, que precisaram efetuar um disparo de arma de fogo para contê-lo

A Polícia Militar foi acionada na tarde desta sexta-feira (5) para atender uma ocorrência de violência doméstica na qual um homem teria agredido a companheira após ela receber uma promoção na empresa onde trabalha. O caso aconteceu no bairro Valparaíso, em Blumenau, no Vale do Itajaí.

Mulher é agredida pelo companheiro após receber promoção no trabalho em SC – Foto: Giovanni Silva/Divulgação/NDMulher é agredida pelo companheiro após receber promoção no trabalho em SC – Foto: Giovanni Silva/Divulgação/ND

A vítima, de 40 anos, contou aos policiais que chegou em casa após o trabalho e o companheiro, de 27 anos, ficou agressivo após descobrir que a mulher havia recebido uma oferta de promoção.

Ainda de acordo com o relato da mulher, o homem pegou-a pelo pescoço e lhe agrediu com uma cabeçada. Na sequência, ele foi até o banheiro do imóvel e quebrou todo o cômodo. Neste momento, a vítima conseguiu pegar o filho de 1 ano e sete meses e fugir.

Ela chegou a pedir ajuda a vizinhos, porém, o homem foi atrás e as agressões continuaram mesmo na presença da criança, com puxões de cabelo, socos no rosto e até ameaças com uma faca. Testemunhas contaram à PM que o suspeito invadiu casas vizinhas e, a força, levou-a de volta à residência.

Diante do relato, a Polícia Militar deu voz de prisão ao homem. O suspeito, no entanto, estava muito agressivo e, segundo a PM, resistiu a prisão e tentou agredir os policiais, que precisaram conter o agressor.

A Polícia Militar informou que, inicialmente, foram usadas armas não letais para contê-lo, porém, não houve efeito. Na falta de alternativas, os policiais efetuaram um disparo de arma de fogo. Ainda assim o suspeito ainda tentou resistir até cair no chão.

>> Leia também: O ano dos feminicídios: a cada seis dias, uma mulher foi morta em SC em 2020

Foram acionadas as equipes médica do Samu e do helicóptero Arcanjo-03, do Corpo de Bombeiros. O homem recebeu atendimento médico e foi encaminhado ao Hospital Santo Antônio. Ele ficou sob escolta policial e deve responder pelos crimes de violência doméstica, dano e resistência à prisão.

Acesse e receba notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia